Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

A ação do hidróxido de cálcio frente ao enterococcus faecalis nos casos de periodontite apical secundária

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Bruno Marques da Silva | Flávia Sens Fagundes Tomazinho | Juliana Aguiar Anele | Denise Piotto Leonardi | Flares Baratto Filho

Journal: Odonto
ISSN 1518-7004

Volume: 18;
Issue: 36;
Start page: 95;
Date: 2010;
Original page

Keywords: Enterococcus Faecalis | Hidróxido de Cálcio | Periodontite Apical.

ABSTRACT
Introdução: a infecção da polpa e dos tecidos periapicais tem a sua etiologia discutida há anos. A periodontite apical é caracterizada por ser de origem polimicrobiana, sendo o Enterococcus faecalis o micro-organismo mais comumente encontrado. Em situações clínicas, o objetivo do tratamento endodôntico é eliminar micro-organismos do sistema de canais radiculares. As medicações intracanal são um importante passo no tratamento e devem ser efetivas frente aos micro-organismos que resistem ao preparo do canal radicular. Dentre as medicações empregadas, o hidróxido de cálcio é utilizado rotineiramente como medicação intracanal. Sua ação se deve ao fato de estabelecer um pH altamente alcalino dentro do canal radicular, 12,5 aproximadamente, no qual a maioria dos micro-organismos não consegue sobreviver. Objetivo: realizar uma revisão de literatura sobre a relação do Enterococcus faecalis no insucesso endodôntico e a efetividade do hidróxido de cálcio nesta situação clínica. Conclusão: a ação do hidróxido de cálcio frente ao Enterococcus faecalis é limitada.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions