Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

ACESSIBILIDADE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO: ESTUDO DE CASO DO PARQUE ESTADUAL DO JARAGUÁ, SP, BRASIL

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Erica Mayumi Moriwaki | Zysman Neiman

Journal: Revista Brasileira de Ecoturismo
ISSN 1983-9391

Volume: 4;
Issue: 4;
Date: 2011;
Original page

ABSTRACT
O presente trabalho aponta a importância de boa infraestrutura de uso público em Unidades de Conservação, de modo que todos tenham acesso aos seus atrativos, equipamentos e à educação ambiental. O objetivo do trabalho é analisar a qualidade da infraestrutura do Parque Estadual do Jaraguá, Unidade de Conservação do estado de São Paulo que possui espaço adaptado para receber pessoas com deficiência visual. A necessidade de adaptação de lugares públicos ainda é pouco reconhecida, fato que pôde ser comprovado após contato com Unidades de Conservação que se dizem preparadas para receber pessoas com deficiência e que, na realidade, possuem pouca ou nenhuma estrutura de apoio, como é o caso da Trilha do Silêncio, no Parque Estadual do Jaraguá. Possui uma estrutura especial para receber pessoas com deficiências diversas, no entanto, o restante do espaço não oferece autonomia e segurança para que as mesmas possam circular e conhecer toda a área protegida. Os resultados desta pesquisa de análise de base qualitativa do Parque Estadual do Jaraguá, bem como da Trilha do Silêncio, sugerem propostas de adaptações que facilitariam a visita do público com deficiência visual, de modo que possam ter autonomia, conforto e segurança para conhecer o Parque e terem suas próprias vivências, sem que haja necessidade de uma pessoa para guiar e descrever o espaço durante a visita.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?