Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Age, growth, mortality and yield per recruit of the dourado Salminus brasiliensis, Corumbá Reservoir, Goiás State, Brazil

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Claudenice Dei Tos | Luiz Carlos Gomes | Angelo Antônio Agostinho | Rosana Paulo Batista

Journal: Neotropical Ichthyology
ISSN 1679-6225

Volume: 7;
Issue: 2;
Start page: 223;
Date: 2009;
Original page

Keywords: Growth model | Mortality | Fishery yield | Dam | Characidae

ABSTRACT
In order to evaluate the fate of the migratory species dourado Salminus brasiliensis in the first years of impoundment in Corumbá Reservoir we estimated age, growth, mortality and yield per recruit. Samplings were carried out monthly in Corumbá Reservoir and its main tributaries (Goiás State) from March 1998 to February 1999 using gillnets. After one year of impoundment, age was estimated from scales and the maximum number of rings was six for males and five for females. Rings are formed annually in May and June. The asymptotic length and growth rate for males and females were 37.1 cm and 0.77 and 56.6 cm and 0.52, respectively. A dominance of juveniles was verified in the reservoir and its tributaries. The instantaneous total mortality rate (Z) was 1.59 and the annual total mortality rate (A) was 79.6%. The highest yield per recruit (1200g) and the highest average weight (1900g) were obtained in simulations with low values of fishing (F) and natural (M) mortalities. Based on the above information we describe the Corumbá Reservoir impoundment has influenced the growth of the dourado. As regards this study, we recommend that the fishing effort not be applied during the trophic upsurge period and that the monitoring of the dourado assemblage continue. Fishery programs management for this species should be carried out with subsequent monitoring involving efficient communication, realistic practices and involvement of fisher organizations.Com o propósito de avaliar o destino da espécie migradora dourado Salminus brasiliensis no primeiro ano de represamento do reservatório de Corumbá foi estimado a idade, crescimento, mortalidade e rendimento por recruta. As amostras foram capturadas no reservatório de Corumbá e seus principais tributários (Estado de Goiás) mensalmente de março de 1988 a fevereiro de 1999 usando-se redes de espera. Após um ano do represamento, a idade foi estimada das escamas e o número máximo de anéis foi seis para machos e cinco para fêmeas. Os anéis são formados anualmente de maio a junho. O comprimento assintótico e a taxa de crescimento para machos e fêmeas foram 37,1 cm e 0,77 e 56,6 cm e 0,52 cm, respectivamente. A dominância de juvenis foi constatada no reservatório e seus tributários. A taxa de mortalidade total instantânea (Z) foi 1,59 e a taxa de mortalidade total (A) foi 79,6%. O mais elevado rendimento por recrutamento (1200g) e peso médio (1900g) foi obtido em simulações com baixo valor de pesca (F) e mortalidade natural (M). Baseado nas informações acima foi determinado se o represamento do reservatório de Corumbá tem influenciado o crescimento do dourado. Como recomendação para este estudo, sugere-se que o esforço de pesca não seja aplicado durante o período de elevada produtividade trófica e que o monitoramento da assembleia de dourado continue. O programa de manejo para esta espécie deve ser conduzido com subsequente monitoramento envolvendo comunicação eficiente, práticas realistas e envolvimento das organizações de pesca.
Save time & money - Smart Internet Solutions     

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil