Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Análise clínica e morfológica da conjuntivite alérgica induzida por ovalbumina e tratada com chalcona em cobaias

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Albuquerque Rosemary Jorge de Mendonça | Rodrigues Lusmar Veras | Viana Glauce Socorro de Barros

Journal: Acta Cirurgica Brasileira
ISSN 0102-8650

Volume: 19;
Issue: 1;
Start page: 43;
Date: 2004;
Original page

Keywords: Conjuntivite alérgica | Ovalbumina | Chalcona | Aroeira-do-sertão | Cobaias

ABSTRACT
OBJETIVO: Verificar, do ponto de vista clínico e morfológico, o efeito da chalcona na conjuntivite alérgica induzida por ovalbumina em cobaias. MÉTODOS: Utilizaram-se 54 cobaias, albinos, machos pesando aproximadamente 400 g. Os animais foram sensibilizados por injeção intraperitoneal de ovalbumina suspensa em solução adjuvante completa de Freund. Posteriormente, a conjuntivite alérgica foi induzida por instilação de ovalbumina no saco conjuntival do olho direito. Os animais foram distribuídos em 3 grupos, conforme o tratamento proposto: chalcona, corticóide e salina. A avaliação clínica foi realizada com 5, 10 e 40 min, 7 e 24 h da indução e diariamente até o dia 7 da indução. A avaliação morfológica consistiu em avaliar edema, necrose, vascularização e exocitose nos dias 1, 3 e 7 da indução. RESULTADOS: Em todos os grupos a resposta inflamatória foi mais intensa 24 h após a indução. No grupo chalcona evidenciou-se menos sinais inflamatórios que no grupo salina. O grupo corticóide apresentou menos sinais inflamatórios quando comparados aos grupos chalcona e controle. À análise morfológica evidenciou-se que os grupos chalcona e corticóide apresentaram efeitos terapêuticos semelhantes. CONCLUSÃO: A chalcona teve efeito terapêutico na conjuntivite alérgica induzida por ovalbumina.
Save time & money - Smart Internet Solutions     

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil