Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Análise espacial da mortalidade por causas externas no município de Maringá, Estado do Paraná, 1999 a 2001 = Spatial analysis of mortality from outside causes in the city of Maringá, 1999-2001

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Udelysses Janete Veltrini Fonzar

Journal: Acta Scientiarum : Health Science
ISSN 1679-9291

Volume: 30;
Issue: 2;
Start page: 145;
Date: 2008;
Original page

Keywords: mortalidade por causas externas | análise espacial | geografia da saúde | mortality from outside causes | spatial analysis | health geography

ABSTRACT
O objetivo deste estudo é analisar a distribuição espacial da mortalidade por causas externas (acidentes de trânsito, homicídios, suicídios, quedas, afogamentos e outras causas externas) no Município de Maringá, no período de 1999 a 2001. A representação espacial da mortalidade por causas externas levou em consideração as zonas censitárias e as características socioeconômicas destas. Para isso, foram utilizados o programa ArcView 3.0 e as proposições da semiologia gráfica para elaboração dos mapas temáticos. Os resultadosdesta análise evidenciaram desigualdades na mortalidade por causas violentas nos três anos de estudo, não fazendo qualquer distinção entre a infraestrutura urbana e as características socioeconômicas das vítimas. Dessa forma, é necessário que a cidade seja revista como um espaço de gestão planejada na perspectiva de uma vida saudável para todos, com objetivos concretos de redução das iniquidades sociais. Portanto, é imprescindível que a promoção da saúde incorpore estratégias de alteração no perfil de riscos da morbimortalidade das causas externas, por intermédio da formulação das políticas públicas.The goal of this study is the analysis of the spatial distribution ofmortality from external causes (traffic accidents, homicides, suicides, falls, drownings and other external causes) in the city of Maringá, between 1999 and 2001. The special representation of the mortality due to external causes considered the census zones and theirsocioeconomic characteristics. For this, the ArcView 3.0 software program was used, as well as the propositions of the semiology of graphics for the elaboration of thematic maps. The results of this analysis showed inequalities in the mortality due to violent causes during the three years of the study, without distinction among the urban infrastructure and the social economic characteristics of the victims. Therefore, it becomes necessary that the city bereviewed as a planned managed space for a healthier life for all, with objective goals to reduce social iniquities. However, it is essential that the promotion of health add strategies for changes in the profile of mortality risks due to external causes, through the formulation of public policies.
Affiliate Program     

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil