Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Análise genética de algumas características reprodutivas e suas relações com o desempenho ponderal na raça Nelore

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Pereira E. | Eler J.P. | Ferraz J.B.S.

Journal: Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia
ISSN 0102-0935

Volume: 53;
Issue: 6;
Start page: 720;
Date: 2001;
Original page

Keywords: Bovino | correlação genética | herdabilidade | idade ao parto | desempenho ponderal | perímetro escrotal

ABSTRACT
Com o objetivo de estudar as características idade ao primeiro parto de fêmeas expostas pela primeira vez ao touro em torno de 14 meses de idade (IPP14) ou em torno de 26 meses (IPP26), dias para o parto (DPP), duração da gestação (DG) e perímetro escrotal (PE) e suas relações com as características de desempenho ponderal peso ao nascer (PESNAS), peso à desmama (PESDES), peso ao sobreano (PESSOB) e ganho de peso da desmama ao sobreano (GP345) na raça Nelore, foram analisados conjuntos de dados que variaram de 6.030 a 94.637 observações, de acordo com a característica. As análises foram processadas utilizando-se modelos animais bi-característica. Os coeficientes de herdabilidade obtidos para características reprodutivas foram: 0,18 (IPP14); 0,02 (IPP26); 0,06 (DPP); 0,26 (DG); e 0,46 (PE). As correlações entre PE e características de desempenho ponderal indicaram que os pesos não são antagônicos ao perímetro escrotal. Embora as correlações genéticas entre PESDES e características reprodutivas das fêmeas tenham sido de baixas a moderadas no sentido desfavorável, não se recomenda aumento no tamanho adulto dos animais nesses rebanhos para evitar o risco de baixo desempenho reprodutivo. As características PESSOB e GP345 não são antagônicas à precocidade sexual e à fertilidade das fêmeas, exceto à duração da gestação.

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

     Affiliate Program