Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Angerona: Fatos e ficções sobre a fazenda de café de Cornelio Souchay e Ursula Lambert em Cuba

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Guenther Roth

Journal: Sociologia & Antropologia
ISSN 2236-7527

Volume: 2;
Issue: 4;
Start page: 211;
Date: 2012;
VIEW PDF   PDF DOWNLOAD PDF   Download PDF Original page

Keywords: Cuba | Imigração alemã | Fazenda de café | Escravos | Racionalidade.

ABSTRACT
O artigo conta a história de Cornelio Souchay, um imigrante alemão que chega a Havana em 1807, vive uma relação amorosa com Ursula Lambert, uma mulata haitiana livre e se torna proprietário de uma fazenda de café exemplar, à qual dá o nome de Angerona, deusa do silêncio. O texto baseia-se em relatos, documentos, cartas de viajantes, filme e romances de autoria de homens ou mulheres, que visitaram Angerona em épocas diferentes. Ao contrário do filme “Roble de Olor” (2003) que festeja a relação amorosa de Cornelio com Ursula, o autor se interessa pela reconstrução da vida do imigrante e da fazenda, cujas ruínas transformadas em monumento nacional pelo Patrimônio Histórico cubano. Com efeito, a descrição minuciosa de diversos aspectos da fazenda, da casa do senhor e de sua relação com os escravos, não tem outro objetivo senão evidenciar o quanto o humanismo rígido de Cornélio e seu calculo racional contribuíram para a maior eficiência do sistema de dominação da fazenda.
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program