Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Anticorpos anti-hantavírus em escolares de Salvador, Bahia

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Mascarenhas-Batista Ana Veronica | Rosa Elizabeth Salbé Travassos da | Ksiazek Thomas G. | Rosa Amélia P.A. Travassos da | Leduc James W. | Pinheiro Francisco | Tavares-Neto José

Journal: Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical
ISSN 0037-8682

Volume: 31;
Issue: 5;
Start page: 433;
Date: 1998;
Original page

Keywords: Hantavírus | Hantaan | Sin Nombre | Crianças

ABSTRACT
As hantaviroses são doenças emergentes nas Américas e, em todo o mundo, os casos clínicos descritos foram infreqüentes entre crianças. O objetivo de investigar a freqüência de escolares portadores de anticorpos (IgG) anti-hantavírus justifica-se porque poucos estudos soroepidemiológicos pesquisaram a infecção por hantavírus no grupo pediátrico. Nos espécimes séricos de 379 escolares, de duas Escolas públicas da cidade do Salvador, Bahia, foram pesquisados os anticorpos anti-Hantaan (HTN) e anti-Sin Nombre (SN). A soropositividade de anticorpos anti-HTN foi de 13,2% (50/379) e todos os escolares foram soronegativos para o vírus SN. A soropositividade anti-HTN aumentou proporcionalmente com a idade. Não houve associação entre a soropositividade anti-HTN e as características relacionadas à exposição a roedores urbanos. A soroprevalência de anticorpos anti-HTN nos escolares estudados foi elevada e reforçou a hipótese de circulação de hantavírus em Salvador. A não observação de portadores de anticorpos anti-SN indica, provavelmente, a circulação de outros sorotipos nesta região, mais relacionados antigenicamente ao sorotipo Hantaan.
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program