Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

ASSESSMENT OF EROSION VULNERABILITY IN THE JACARÉ PEPIRA RIVER BASIN BASED ON THE UNIVERSAL SOIL LOSS MODEL = ESTUDO DA VULNERABILIDADE À EROSÃO NA ALTA BACIA DO RIO JACARÉ PEPIRA UTILIZANDO MODELO BASEADO NA EQUAÇÃO UNIVERSAL DE PERDA DE SOLO

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Carlos Alberto Nobrega | Ana Lúcia Carneiro da Costa

Journal: Holos Environment
ISSN 1519-8634

Volume: 8;
Issue: 1;
Start page: 01;
Date: 2008;
Original page

Keywords: Erosion | Universal Soil Loss Equation | Watershed | Vulnerability | Environmental zoning = Erosão | Equação Universal de Perda de Solo | Bacia hidrográfica | Vulnerabilidade | Zoneamento ambiental.

ABSTRACT
In the upper Jacaré Pepira River Basin, in the state of São Paulo, territorial expansion of agrobusiness has caused the acceleration of the erosion process, leading to impacts on natural resources and the landscape in the region. In the present study, an analysis of erosion vulnerability was attempted in an area defined by sub-basins in an Environmental Protection Area (APA Corumbataí). The appropriateness of current land use in light of this vulnerability analysis was also evaluated. The analysis attempted was based on the Universal Soil Loss Equation (USLE) model. Operational procedures were carried out with the aid of satellite images and GIS/Spring. The erosion vulnerability map was obtained for the relation of Anthropic Erosion Potential, which considers only anthropic erosion factors, and Tolerable Anthropic Erosion Potential. This depends on tolerable soil loss capacity, pre-defined for different types of soil in the area, and on Natural Erosion Potential, considering natural erosion factors. The vulnerability analysis was done in 1988 and 2004 for land use evolution comparison. The results indicated that sugar cane was the type of land use that had expanded the most, and showed 18.8% of the area with high erosion vulnerability. It is therefore necessary to monitor the evolution of land use evolution and seek ways to make existing activities compatible with the preservation of natural resources and the environmental vocation of the area. = Na alta porção da Bacia Hidrográfica do rio Jacaré Pepira, no Estado de São Paulo, a expansão territorial dos agronegócios tem proporcionado a aceleração dos processos erosivos, o que acarreta impactos à preservação dos recursos naturais e paisagísticos da região. No presente trabalho, realizou-se estudo sobre a vulnerabilidade à erosão em área definida por sub-bacias situadas em uma Área de Proteção Ambiental (APA Corumbataí), avaliando-se ainda a adequação das atuais formas de uso e ocupação do solo frente a esta vulnerabilidade. A análise da vulnerabilidade foi feita com base na aplicação do modelo matemático representado pela Equação Universal de Perda de Solo. Os procedimentos operacionais foram feitos com apoio de imagens de satélite e de Sistema de Informação Geográfica/Spring.O Mapa de Vulnerabilidade à erosão foi obtido pela contraposição dos valores do Potencial Antrópico de Erosão (CP), que considera os fatores intervenientes na erosão de origem antrópica, com o Potencial Antrópico de Erosão tolerável (CPt). Este depende da capacidade de perdas de solo tolerável, definidas previamente para diferentes tipos de solo existentes na área, e do Potencial Natural de Erosão (PNE), que considera os fatores naturais intervenientes na erosão. A avaliação da vulnerabilidade foi feita para duas datas (1988 e 2004) com a finalidade de analisar a evolução da ocupação agrícola. Os resultados indicaram que a cana de açúcar apresentou a maior expansão entre os cenários e apresentou 18,8% de sua área com elevado grau de vulnerabilidade à erosão. Assim, considera-se necessário acompanhar a evolução das formas de uso e ocupação do solo, de maneira a compatibilizar as atividades existentes com a preservação dos recursos naturais e da vocação ambiental da área.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?