Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Associações de pessoas com condição crônica: a politicidade como uma estratégia na construção da cidadania

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Sônia Ayako Tao Maruyama | Rosa Lúcia Rocha Ribeiro | Maria Aparecida Munhoz Gaíva | Wilza Rocha Pereira | Roseney Bellato | Aldenan Lima Ribeiro Correa da Costa

Journal: Revista Eletronica de Enfermagem
ISSN 1518-1944

Volume: 11;
Issue: 3;
Start page: 732;
Date: 2009;
VIEW PDF   PDF DOWNLOAD PDF   Download PDF Original page

Keywords: Enfermagem | Direito à saúde | Doença crônica | Educação em saúde.

ABSTRACT
No Brasil, a vivencia da condição crônica, principalmente das pessoas afetadas por limitações e incapacidades, émarcada por uma trajetória de desafios e sofrimentos em busca por atendimento as suas necessidades. Aenfermagem tem consciência da responsabilidade frente às questões vivenciadas por elas ao mesmo tempo em quereconhece a força política que elas podem ter ao constituir grupos organizados. Assim, procuramos relatar aexperiência da participação da enfermagem na criação de três associações de usuários em Mato Grosso. Nossoobjetivo foi dar visibilidade a essa iniciativa e explicitar a base epistemológica em que ela vem se sustentando,articulando teorias com a nossa práxis como profissionais e pesquisadores em saúde. Relatamos como estabelecemosa relação com os usuários e seus familiares que vivenciam condições crônicas de saúde. Consideramos queconseguimos incentivar o exercício da politicidade, o conhecimento das responsabilidades do Estado e oreconhecimento da força concreta das associações como instrumentos de apoio na busca por atenção as necessidadesde vida e saúde. Porém percebemos que, devido as dificuldades que essas pessoas encontram na produção de suaprópria existência, esse é um apoio que precisa ser mais intensivo e continuado do que havíamos pensadoinicialmente.

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

     Affiliate Program