Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Atividade antibacteriana in vitro de géis com diferentes concentrações de papaína

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Adriano Menis Ferreira | Evandro Watanabe | Andresa Piacezzi Nascimento | Denise de Andrade | Izabel Yoko Ito

Journal: Revista Eletronica de Enfermagem
ISSN 1518-1944

Volume: 10;
Issue: 4;
Start page: 1035;
Date: 2008;
Original page

Keywords: Papaína | Cicatrização de feridas | Infecção dos ferimentos | Infecção hospitalar.

ABSTRACT
A papaína é uma enzima proteolítica proveniente do mamão, Carica papaya Linn., e é muito empregada na indústria alimentícia, cosmética e farmacêutica. Objetivou-se determinar a atividade antibacteriana in vitro de géis com diferentes concentrações de papaína frente às bactérias padrão: Staphylococcus aureus (ATCC 6538) e Echerichia coli (ATCC 10538), bem como 4 Pseudomonas aeruginosa hospitalares. Alíquotas de 2,0ml dos inóculos bacterianos (metade da escala 1,0 de McFarland) foram semeadas em duplicata na superfície de placas de Petri. Os géis com as diferentes concentrações de papaína foram gotejados na superfície dos meios de cultura pela técnica de gotejamento e a incubação realizada a 35ºC por 24 horas. A leitura dos resultados da atividade antibacteriana foi efetuada pela mensuração dos halos de inibição ao redor das gotas dos géis de papaína. Apenas o gel de papaína a 10% foi capaz de inibir o crescimento do S. aureus e de 2 P. aeruginosa. Em conclusão, de acordo com a literatura a papaína apresenta ação proteolítica sobre os tecidos mortos, porém apenas a formulação em gel a 10% apresentou atividade antibacteriana in vitro. Assim, antes de utilizar alguma substância ou produto contra microrganismos é necessário saber se a mesma apresenta realmente atividade antimicrobiana.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?