Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

A ATIVIDADE DO TRABALHO COMO MEIO PARA MANUTENÇÃO DA SAÚDE DOCENTE: UMA PERSPECTIVA ERGOLÓGICA WORK ACTIVITY AS A WAY OF MAINTAINING TEACHER’S HEALTH: AN ERGOLOGIC PERSPECTIVE

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Vieira Júnior, Paulo Roberto | Santos, Eloisa Helena

Journal: Revista Eletrônica de Educação
ISSN 1982-7199

Volume: 5;
Issue: 2;
Start page: 160;
Date: 2011;
Original page

Keywords: Trabalho docente. Normas antecedentes | Renormalizações | Estratégias de enfrentamento | Teaching | Previous standards | Renormalizations | Coping strategies

ABSTRACT
Este artigo é produto de dissertação de mestrado, construída a partir de uma abordagem qualitativa e exploratória que analisou estratégias para manutenção da saúde pela atividade docente. Para tal realizou entrevistas semiestruturadas com seis professores do Ensino Fundamental de duas escolas da região metropolitana de Belo Horizonte - MG que desde a posse no cargo de professor não se afastaram de suas atividades por motivos de doença. As crescentes estatísticas de desordem física e emocional que atingem essa categoria desencadeadora de sucessivos pedidos de licença médica e até abandono da profissão (Síndrome de Burnout), bem como a necessidade da busca de soluções para estes fenômenos justificaram sua realização. Seu objetivo geral foi descobrir quais as estratégias utilizadas por estes docentes para manutenção da saúde. Os relatos foram analisados por meio do referencial ergológico proposto pelo filósofo francês Yves Schwartz e sua equipe. A partir desta perspectiva concluiu-se que os “professores saudáveis” criam e recriam constantemente estratégias para solucionar problemas no cotidiano laboral. No hiato entre a subjetividade e as normas antecedentes do trabalho, os educadores produzem renormalizações que explicam o êxito que logram na luta em prol da busca e manutenção da saúde e dessa forma não aumentem as estatísticas de adoecimento docente no Brasil. This article is the product of a qualitative study that discussed strategies for health maintenance by teaching. For this, semi-structured interviews were conducted with six elementary school teachers from two schools in the metropolitan region of Belo Horizonte – MG who did not need sick leave since they started working as teachers in those institutions. The increasing statistics of physical and emotional disorders that reach that category, triggering successive requests for sick leave and even abandonment of the profession, as well as the need for solutions to the phenomena, justifies its implementation. Its general purpose was to find out which strategies were used by these teachers for health maintenance. The reports were analyzed based on the ergologic referential proposed by Yves Schwartz and his team. Based on this perspective it was possible to conclude that "healthy teachers" constantly create and recreate strategies to solve problems in everyday work. In the confrontation between subjectivity and history of labor standards, educators produce renormalizations that explain their success in the struggle for the pursuit and maintenance of health.
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program