Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Avaliação de cultivares de mandioca na Região Noroeste do Paraná

ADD TO MY LIST
 
Author(s): VIDIGAL FILHO PEDRO SOARES | PEQUENO MANOEL GENILDO | SCAPIM CARLOS ALBERTO | VIDIGAL MARIA CELESTE GONÇALVES | MAIA ROGÉRIO RUI | SAGRILO EDVALDO | SIMON GUSTAVO ANDRÉ | LIMA RIVAEL SINIZ

Journal: Bragantia
ISSN 0006-8705

Volume: 59;
Issue: 1;
Start page: 69;
Date: 2000;
Original page

Keywords: Manihot esculenta | cultivares | produtividade | matéria seca | resistência bacteriana

ABSTRACT
As cultivares de mandioca IAC 12, IAC 13, IAC 14, Fécula Branca, Espeto, Branca-de-Santa Catarina, Fibra, Verdinha e Mico foram avaliadas quanto à produção de raízes, parte aérea, teores de matéria seca e resistência à bacteriose, nos anos agrícolas 1994/95, 1995/96 e 1996/97, na localidade de Araruna, noroeste do Paraná. Utilizou-se o delineamento em blocos completos casualizados, com quatro repetições. Na análise conjunta verificou-se efeito significativo (P < 0,05) da interação cultivares vs. anos para todas as características avaliadas. Apesar da interação foi possível concluir, de modo geral, que as maiores produções de parte aérea foram obtidas na cultivar IAC 14. Em relação à produção de raízes tuberosas as cultivares Fécula Branca, Mico, Fibra, Espeto, IAC 14 e Verdinha mostraram-se mais produtivas na média dos três anos. As cultivares IAC 14, Fécula Branca, IAC 13 e IAC 12 apresentaram os maiores teores de matéria seca nas raízes tuberosas. Quanto à bacteriose as cultivares Mico, IAC 14 e Fécula Branca mostraram-se mais resistentes.
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program