Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

AVALIAÇÃO DE DIFERENTES MATERIAIS DE COBERTURA E DE UM PROTETOR FÍSICO, NO ESTABELECIMENTO DE PLANTAS DE Pinus taeda L., POR SEMEADURA DIRETA NO CAMPO

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Marcio Ricardo Serpa | Vilmar Luciano Mattei

Journal: Ciência Florestal
ISSN 0103-9954

Volume: 9;
Start page: 93;
Date: 1999;
VIEW PDF   PDF DOWNLOAD PDF   Download PDF Original page

Keywords: semeadura direta | Pinus taeda | materiais de cobertura | protetor físico

ABSTRACT
Este trabalho teve como objetivo avaliar diferentes materiais de cobertura e o uso de protetor físico na implantação de povoamentos de Pinus taeda L. em semeadura direta no campo. Foram utilizados 3 materiais: vermiculita, acícula de pinus seca e picada, casca de arroz e sem- cobertura (testemunha), com e sem-protetor físico (copo plástico de 300 ml, sem fundo), com 5 repetições. A semeadura foi realizada na primeira quinzena do mês de maio de 1997, utilizando-se 3 sementes por ponto. Foram feitas analises de emergência aos 60 e 90 dias, sobrevivência aos 120, 180 e 210 dias e de densidade populacional aos 210 dias após a semeadura. A análise de variância e comparação de médias (Duncan 5%) possibilitaram concluir que: os materiais de cobertura vermiculita e acícula de pinus expressaram efeitos benéficos na emergência aos 60 dias, que é a fase mais crítica para o estabelecimento do povoamento de Pinus taeda; o protetor físico utilizado garantiu maior percentagem na emergência final, sobrevivência e densidade de plantas, demonstrando ser a semeadura direta uma forma, a mais, de regeneração.

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona

     Save time & money - Smart Internet Solutions