Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Avaliação de substratos de oviposição para Orius insidiosus (Say) (Hemiptera, Anthocoridae) Evaluation of oviposition substrates for Orius insidiosus (Say) (Hemiptera, Anthocoridae)

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Lívia M. Carvalho | Vanda H. P. Bueno | Cristina Castañé

Journal: Revista Brasileira de Entomologia
ISSN 0085-5626

Volume: 54;
Issue: 1;
Start page: 115;
Date: 2010;
Original page

Keywords: Biologia | controle biológico | fecundidade | predador | Biology | biological control | fecundity | predator

ABSTRACT
Avaliação de substratos de oviposição para Orius insidiosus (Say) (Hemiptera, Anthocoridae). Fêmeas do predador O. insidiosus usam tecidos de plantas para colocação de seus ovos, o que caracteriza a oviposição endofítica. Este trabalho teve por objetivo avaliar diferentes substratos de oviposição para este predador. O estudo foi conduzido em sala climatizada a 25 ± 2ºC, UR de 70 ± 10% e fotofase de 12 horas. Os substratos de oviposição utilizados foram brotos de feijão (Phaselus vulgaris L.), brotos de soja [Glycine max (L.) Merr.], brotos de batata (Solanum tuberosum L.), vagem de feijão (Phaselus vulgaris L.) e inflorescências de picão-preto (Bidens pilosa L.). Foram avaliados os números médio diário e total de ovos por um período de 15 dias, o número de adultos vivos em cada recipiente e a viabilidade na produção dos adultos. Todos os substratos testados foram aceitos pelas fêmeas. Entretanto, foi observado um número significativamente maior de ovos de O. insidiosus em brotos de feijão (4,3 ovos por dia) e brotos de soja (3,9 ovos por dia), comparado aos demais substratos avaliados. As menores (p< 0,05) viabilidades na produção de adultos de O. insidiosus (75,1 e 71,7%) foram verificadas a partir dos ovos colocados em brotos de batata e vagem de feijão, respectivamente. Brotos de feijão e brotos de soja foram adequados para a utilização na criação de O. insidiosus em laboratório, com vantagens de poderem ser produzidos durante todo o ano sem necessitar de grandes áreas para isso, reduzindo assim os custos e o trabalho com a sua obtenção e preparo para uso no sistema de criação do predador. Esses resultados poderão auxiliar na criação massal de O. insidiosus em laboratório, visando à liberação do mesmo em programas de controle biológico de tripes.Females of O. insidiosus deposit their eggs in the plant tissue. This study aimed to evaluate oviposition substrates for this predator. The study was conducted in an air-conditioned room at 25 ± 2ºC, 70 ± 10% RH, and a 12 h photophase. The oviposition substrates used consisted of bean sprouts (Phaseolus vulgaris L.), soybean sprouts [Glycine max (L.) Merr.], potato sprouts (Solanum tuberosum L.), bean pods (Phaseolus vulgaris L.), and farmer's friend inflorescences (Bidens pilosa L.). Evaluations included the daily mean and total numbers of eggs per female during a 15-day period, the number of live adults in each container, and adult production viability. All substrates tested were accepted by the females. However, a significantly higher number of O. insidiosus eggs was found on bean sprouts (4.3 eggs per day) and soybean sprouts (3.9 eggs per day), when compared with the other substrates evaluated. The lowest (p
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?