Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Avaliando a Qualidade em Atenção Primária em Saúde Quality Assessment in Primary Health Care

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Paulo de Medeiros Rocha

Journal: Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade
ISSN 1809-5909

Volume: 1;
Issue: 4;
Start page: 132;
Date: 2010;
Original page

Keywords: Avalição | Atenção Primária à Saúde | Qualidade em Saúde

ABSTRACT
O presente artigo apresenta o estágio atual dos trabalhos de avaliação da Atenção Primária à Saúde/ Atenção Básica que estão sendo desenvolvidos pelo Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (NESC/UFRN), enquanto Centro Colaborador junto à Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte-Brasil. Buscase avaliar os processos de mudanças e o impacto da Estratégia Saúde da Família na conversão do modelo assistencial, contribuindo para a institucionalização do processo de monitoramento e avaliação das ações em saúde. Com o surgimento do Projeto Avaliação para a Melhoria da Qualidade da Estratégia Saúde da Família (AMQ . MS), inova-se na auto-avaliação municipal em saúde. O método escolhido foi o de estudo de caso, pois se tornou necessário examinar um conjunto de variáveis indispensáveis à compreensão de um fenômeno complexo. Foram selecionados municípios para utilização dos instrumentos/aplicativos do AMQ-MS, assim como para avaliação com instrumentos já validados em pesquisa avaliativa anterior de âmbito regional, coordenada pelo autor. Três dimensões de análise . político/institucional, organização da atenção e cuidado integral . estão sendo trabalhadas e articuladas na avaliação do processo de implantação da ESF, com forte contextualização dos efeitos. Uma das dimensões da análise dos resultados, no sentido amplo, é a verificação do desempenho do sistema . o cumprimento de metas e resultados. Atualmente, trabalha-se com 23 indicadores na análise do desempenho dos sistemas de saúde municipais. Com os procedimentos analíticos, reduziu-se a dimensionalidade desses bancos, resultando em uma síntese da robustez e da capacidade explicativa desses indicadores. Ao final, são ressaltados os aspectos exitosos e os potencializadores no desenvolvimento dessa experiência.The present article presents the current stage of the evaluative studies related to basic/primary health care being developed at the Center for Collective Health Studies (NESC/UFRN) in its role as a Collaborating Center of the State Health Secretariat of Rio Grande do Norte. We seek to evaluate the processes of change and the impact of Family Health Strategies (ESF) on the conversion of the health care model, in an attempt to institutionalize the monitoring and assessment of health actions. The Improved Quality Assessment (AMQ-MS) has innovated municipal health self-assessment. The case-study method was selected due to the need of examining a set of variables indispensable for understanding a complex phenomenon. Municipalities were assessed by AMQ instruments as well as by others previously validated in a regional study coordinated by the author (NESC/UFRN, 2006). Three large dimensions - political/institutional, organization of health care and total health care - are analyzed and then articulated in the assessment of the ESF implementation process, with strong contextualization of the effects. One of the dimensions of result analysis, in the broad sense, involves verifying system performance: reviewing the achievement of goals and results. We are currently working with twentythree indicators when analyzing municipal health system performance. The advent of analytic procedures has reduced the dimensionality of the data banks, resulting in a synthesis of the relative strength and explicative capacity of these indicators. Finally, we highlight the successful and strengthening aspects in the development of this experience of monitoring and evaluating basic primary health care.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions