Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

A batalha das línguas artificiais (volapük, o primeiro ator) The battle of the artificial languages (volapük, the first mover)

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Roberto Garvía

Journal: Tempo Social
ISSN 0103-2070

Volume: 24;
Issue: 2;
Start page: 59;
Date: 2012;
Original page

Keywords: Path dependence | Volapük | Língua franca | Esperanto | Path dependence | Volapük | Lingua franca | Esperanto

ABSTRACT
Este artigo faz parte de um projeto de pesquisa em andamento sobre a batalha das línguas artificiais (volapük, esperanto e ido) que ocorreu na virada do século xx, quando a ausência de uma língua franca e as demandas de um mundo mais globalizado fizeram algumas pessoas acreditar que uma língua artificial podia ser a solução para a dificuldade de comunicação do mundo. O artigo baseia-se nas literaturas sobre padronização e path dependence [dependência de trajetória], e destaca a necessidade de se concentrar na liderança e no imprinting [moldagem] empresarial para entender melhor os processos de path dependence e os resultados da padronização. Por razões de espaço, porém, este artigo se concentra apenas no primeiro proponente: o volapük.This article is part of an ongoing research project on the battle of artificial languages (Volapük, Esperanto and Ido) that took place at the start of the twentieth century, when the absence of a lingua franca and the demands of a more globalized world made some people believe that an artificial language could be the solution to the world's communication problemas. The article sets out from the literature on standardization and path dependence, emphasizing the need to focus on leadership and entrepreneurial imprinting to gain a beteer understanding of path dependence processes and standardization outcomes. For space reasons, though, this article only concentrates on the first mover: Volapük.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions