Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

<b>AVALIAÇÃO DO CONSUMO DE HORTALIÇAS NÃO CONVENCIONAIS PELOS USUÁRIOS DAS UNIDADES DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA (PSF) DE DIAMANTINA - MG*</b>

ADD TO MY LIST
 
Author(s): A. C.P. DIAS | N. A.V.D. PINTO | L. T.P. YAMADA | K. L. MENDES | A. G. FERNANDES

Journal: Alimentos e Nutrição
ISSN 0103-4235

Volume: 16;
Issue: 3;
Start page: 279;
Date: 2009;
Original page

Keywords: Hortaliças não convencionais | consumo de alimentos

ABSTRACT
A avaliação do consumo de hortaliças não convencionais se justifica pela escassez de trabalhos na literatura, por seu baixo custo, fácil plantio e valor nutritivo. Tivemos como objetivo avaliar o consumo de Taioba (Xanthosoma sagittifolium) – T e Ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata mill) – OPN, em Diamantina – MG. Foi utilizado um Questionário de Freqüência Alimentar Quantitativo. A amostra foi de 146 indivíduos e o consumo foi relacionado com: gênero, faixa etária e tempo de residência em Diamantina. Para análise estatística utilizou-se o programa Epi Info 6.02. O teste empregado foi o do x2 e nível para rejeição da hipótese de nulidade foi de 5%. Nos parâmetros consumo/sexo e tempo de residência/consumo, não houve diferença entre os dois gêneros, para ambas as hortaliças. Quanto à comparação consumo/faixas etárias, houve diferença entre o consumo de T pelos adolescentes em relação aos adultos e idosos, e não houve para o consumo de T entre adultos e idosos. Não houve diferença entre as faixas etárias no consumo de OPN. Concluímos que o consumo de T e OPN é baixo na população analisada, sendo menor o de T entre adolescentes. Poderiam ser adotadas medidas visando o aumento do consumo dessas hortaliças, comuns na cidade. PALAVRAS-CHAVE: Hortaliças não convencionais; consumo de alimentos.
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?