Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Biologia da polinização e da reprodução de três espécies de Combretum Loefl. (Combretaceae)

ADD TO MY LIST
 
Author(s): QUIRINO ZELMA GLEBYA MACIEL | MACHADO ISABEL CRISTINA

Journal: Revista Brasileira de Botânica
ISSN 0100-8404

Volume: 24;
Issue: 2;
Start page: 181;
Date: 2001;
Original page

Keywords: Combretum | pollination | mellittophily | ornithophily | caatinga | Atlantic forest

ABSTRACT
Foram estudadas a biologia floral, a polinização, a reprodução e a fenologia de três espécies de Combretum em populações naturais, ocorrentes em áreas diferentes de Caatinga (C. leprosum Mart. e C. pisonioides Taub.) e de Mata Atlântica (C. fruticosum (Loefl.) Stuntz) em Pernambuco e na Paraíba, Nordeste do Brasil. As três espécies apresentam floração contínua, que se inicia após o período de chuvas. As flores mudam de cor, durante o período de antese. A concentração média de açúcares no néctar é de 20,9% (sd = 2,08) em Combretum pisonioides, 21,3% (sd = 2,97) em C. leprosum e 9,6% (sd = 0,86) em C. fruticosum. As três espécies são auto-incompatíveis, com viabilidade polínica superior a 95%. Combretum pisonioides e C. leprosum apresentam características melitófilas, sendo a primeira polinizada por vespas do gênero Polybia. Foram observadas cerca de 20 espécies diferentes de visitantes em flores de Combretum leprosum, entre Himenópteros e Lepidópteros, sendo Apis mellifera (Apidae) a mais freqüente. Combretum fruticosum é ornitófila, sendo polinizada por pássaros nectarívoros (Coerebidae) e beija-flores (Chlorostilbon aureoventris).
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?