Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Biologia reprodutiva de Calibrachoa elegans (Miers) Stehmann & Semir (Solanaceae)

ADD TO MY LIST
 
Author(s): STEHMANN JOÃO RENATO | SEMIR JOÃO

Journal: Revista Brasileira de Botânica
ISSN 0100-8404

Volume: 24;
Issue: 1;
Start page: 43;
Date: 2001;
Original page

Keywords: Reproductive biology | conservation | biogeography | Hexantheda missionica | Calibrachoa elegans

ABSTRACT
Calibrachoa elegans é uma espécie anual, endêmica da região da canga do quadrilátero ferrífero de Minas Gerais, Brasil. O estudo da sua biologia reprodutiva envolveu experimentos de cruzamentos, teste do sistema de auto-incompatibilidade e observação do processo de polinização. Os experimentos realizados através de polinizações manuais indicam que a população estudada é preferencialmente alógama. A interrupção do crescimento do tubo polínico no estilete das flores autopolinizadas, verificada através da microscopia de fluorescência, confirmou a ocorrência de reação de auto-incompatibilidade. A polinização é realizada apenas pelas fêmeas de Hexantheda missionica (Colletinae, Apoideae), uma abelha com alta fidelidade de visita às flores de C. elegans. Os machos desta espécie utilizam as flores como fonte de néctar, como local para pouso entre os vôos de patrulhamento a procura de fêmeas para acasalamento e como abrigo noturno. Para se acomodarem na flor, geralmente cortam e removem os estames e o estilete. As populações de Hexantheda missionica encontradas em Minas Gerais são o primeiro registro da espécie para a região sudeste do Brasil e, provavelmente, representam remanescentes que chegaram a esta região no passado e que agora se encontram disjuntas e isoladas das populações da região sul do Brasil.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions