Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

<b>Lavagem e sanitização em maçã (Malus domestica Borkh.) cultivar Royal Gala: avaliação na redução de pesticidas organofosforados<br>Washing and sanitizing in apple (Malus domestica Borkh.) Royal Gala cultivate: evaluation in reducing organophospho</b>

ADD TO MY LIST
 
Author(s): T. M. ROCHA | E. C. B. GONçALVES | M. V. C. FARIA

Journal: Alimentos e Nutrição
ISSN 0103-4235

Volume: 21;
Issue: 4;
Start page: 659;
Date: 2011;
Original page

Keywords: Resíduo de agrotóxico | Metil paration | lavagem | sanitização | vinagre

ABSTRACT
Lavar e sanitizar produtos hortifrutíferos para impedir doenças transmitidas por agentes biológicos é importante e se faz necessário. Normalmente os estudos avaliam a efi cácia desses processos em relação a destruição dos microrganismos patogênicos e deteriorantes, enquanto que as respostas sobre a remoção dos resíduos de agrotóxicos não são conclusivos. Este trabalho teve por objetivo avaliar os métodos de sanitização utilizados rotineiramente em Unidades de Alimentação e Nutrição para sanitização de frutas e hortaliças com vista à redução de agrotóxico organofosforado Parationa-Metílica, muito utilizado nos tratos culturais de hortifruticolas. Foram contaminadas amostras de maçãs em solução de 5ppm do agrotóxico e posteriormente foram submersas por 15 e 60 minutos nos seguintes veículos sanitizantes: água potável, solução de detergente 10% v/v, solução de bicarbonato de sódio 1% p/v, solução de vinagre 6% v/v, solução de água sanitária 200ppm de cloro ativo. Verifi cou-se após a aplicação dos métodos de sanitização que a solução de vinagre teve o melhor resultado, seguido pelo detergente, água potável, bicarbonato de sódio e água sanitária, os respectivos resultados atingiram 32%, 22%, 16%, 12% e 12,5% de efi ciência. Mesmo tendo ocorrido a redução de resíduos de Parationa-Metílica, não foram sufi cientes para assegurar que o alimento se tornasse isento de resíduos de agrotóxicos ou mesmo permanecesse abaixo da ingestão diária aceitável (IDA), não garantindo, após a aplicação dos métodos de sanitização, a segurança do alimento, no aspecto toxicológico. Estudos que avaliem resíduos de agrotóxicos nos alimentos consumidos “in natura” após aplicação dos métodos de lavagem e sanitização e o consumo per capita desses pela população são necessários, objetivando dados mais precisos sobre o consumo crônico de agrotóxicos através das frutas e hortaliças.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions