Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Blood and bone parameters of quails fed different levels of sodium
Parâmetros sanguíneos e ósseos de codornas de corte alimentadas com diferentes níveis de sódio

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Ednardo Rodrigues Freitas | Nadja Naiara Pereira Farias | Germano Augusto Jerônimo do Nascimento | Adriana Matos Rodrigues | Maria Goretti Rodrigues de Queiroz | Débora Linhares Raquel | Rafaela Castro Lima

Journal: Semina : Ciências Agrárias
ISSN 1676-546X

Volume: 34;
Issue: 2;
Start page: 845;
Date: 2013;
Original page

Keywords: Balanço eletrolítico | Desenvolvimento ósseo | Índice de Seedor.

ABSTRACT
We evaluated the effect of the level of sodium in the diet on blood parameters and bone development of quails for meat production. 384 Italian quails were used and distributed in a completely randomized design with six treatments and eight replicates of eight birds each. The treatments consisted of diets isonutrientes, except for the level of sodium, which were 0.07, 0.12, 0.17, 0.22, 0.27 and 0.32%. Birds were fed from 1 to 49 days old with the experimental diets and at 49 days, two birds were selected per replicate for blood collection and removal of the tibia. Were evaluated the pH and the concentration of Na, Cl and K in the blood and the length, diameter, weight, Seedor index, dry matter content and ash content, deformity and resistance to breakage of the tibia. The sodium content of the diet did not significantly affect the pH, concentrations of Na, Cl, K in the blood, length, diameter, dry matter and ash and deformity of the tibia. However, there was a quadratic effect on weight, Seedor index and resistance to breakage, with point of maximum estimated at 0.19% Na in diet, for all parameters. As the results, the best quality bone for quails was obtained with 0.19% sodium diet. Avaliou-se o efeito do nível de sódio da ração sobre os parâmetros sanguíneos e no desenvolvimento ósseo de codornas destinadas a produção de carne. Foram utilizadas 384 codornas italianas, distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos e oito repetições de oito aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de rações isonutrientes, exceto para o nível de sódio, que foram: 0,07; 0,12; 0,17; 0,22; 0,27 e 0,32%. As aves foram alimentadas de 1 a 49 dias de idade com as rações experimentais. Aos 49 dias, foram selecionadas duas aves por parcela para a coleta do sangue e retirada das tíbias. Foram avaliados o pH e a concentração de Na, Cl e K no sangue e o comprimento, diâmetro, peso, índice de Seedor, teor de matéria seca e cinzas, deformidade e resistência à quebra da tíbia. Os níveis de sódio da ração não influenciaram significativamente o pH, as concentrações de Na, Cl, K no sangue, comprimento, diâmetro, teor de matéria seca e cinzas e deformidade da tíbia. Entretanto, houve efeito quadrático sobre o peso, índice de Seedor e resistência à quebra, com ponto de máximo estimado em 0,19% de Na para todos os parâmetros. Conforme os resultados, a melhor qualidade óssea para codornas de corte foi obtida com 0,19% de sódio na ração.
Save time & money - Smart Internet Solutions     

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil