Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Capacidade combinatória de genótipos de milho para tolerância ao encharcamento do solo

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Silva Sérgio Delmar dos Anjos e | Sereno Maria Jane Cruz de Melo | Silva Cláudia Fernanda Lemons e | Barbosa Neto José Fernandes

Journal: Ciência Rural
ISSN 0103-8478

Volume: 36;
Issue: 2;
Start page: 391;
Date: 2006;
Original page

Keywords: análise dialélica | anoxia | Zea mays

ABSTRACT
No sul do Brasil, a cultura do milho pode ser uma alternativa de cultivo para áreas de várzea; entretanto, o desenvolvimento de genótipos tolerantes ao encharcamento é condição fundamental para viabilizar economicamente esta opção. O objetivo do presente trabalho foi determinar a capacidade geral e específica de combinação e os efeitos recíprocos para tolerância ao encharcamento do solo de genótipos de milho. A análise foi baseada em um cruzamento dialélico envolvendo quatro linhagens: duas tolerantes ao encharcamento do solo (CT954280 e CT954330) e duas sensíveis (CT966200 e CT966208). O trabalho experimental foi realizado durante os anos de 2000 e 2001 em casa de vegetação localizada na Embrapa Clima Temperado, Pelotas, RS. As variáveis analisadas foram matéria seca da raiz, matéria seca da parte aérea, estatura de planta, comprimento de raiz e conteúdo de clorofila na folha. Os resultados demonstraram a existência de variabilidade genética entre os genótipos estudados, sendo que ambos os efeitos aditivos e não aditivos foram de importância na determinação da herança da tolerância ao encharcamento em milho. A escolha do genitor feminino é fundamental para a obtenção de híbridos tolerantes, uma vez que o efeito materno observado foi elevado. Dentre os dois genótipos tolerantes analisados, a linhagem CT954330 foi a que apresentou a maior CGC e pode ser indicada como genitor preferencial em cruzamentos que visem incrementar a tolerância ao encharcamento.
Affiliate Program     

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil