Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

CARACTERIZAÇÃO BIOQUÍMICA E MOLECULAR DE ACESSOS DE ARROZ VERMELHO COLETADOS NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL BIOCHEMICAL AND MOLECULAR CHARACTERIZATION OF RED RICE ECOTYPES FROM THE RIO GRANDE DO SUL STATE, BRAZIL

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Gaspar Malone | Paulo Dejalma Zimmer | Maria Alice da Silva de Castro | Letícia Noemi Arias | Geri Eduardo Meneghello | Silmar Teichert Peske

Journal: Pesquisa Agropecuária Tropical
ISSN 1983-4063

Volume: 37;
Issue: 2;
Start page: 77;
Date: 2007;
Original page

Keywords: Oryza sativa | marcadores bioquímicos

ABSTRACT
O arroz vermelho é uma das principais espécies daninhas para cultivo de arroz no Brasil. Por outro lado, constitui-se num acervo de genes perdidos durante a domesticação do arroz cultivado, que poderá ser importante para a recuperação de constituições gênicas promissoras. O objetivo desde trabalho foi analisar a variabilidade genética de uma coleção de acessos de arroz vermelho (Oryza sativa L.) coletados no Estado de Rio Grande do Sul, Brasil, através de marcadores bioquímicos do tipo isoenzimas, e marcadores moleculares do tipo microssatélites. Trinta e quatro acessos, pertencentes ao banco de germoplasma do Laboratório de Sementes e Biotecnologia, da Universidade Federal de Pelotas, foram analisados utilizando seis sistemas isoenzimáticos e dezenove marcadores microssatélites. Vinte e três alelos bioquímicos e 54 moleculares foram identificados e utilizados para estimar os índices de polimorfismo (PIC) e de similaridade genética. Os resultados indicam que a população de arroz vermelho analisada apresenta grande variabilidade genética, evidenciando potencialidade para o mapeamento de características de interesse à fisiologia de sementes. Marcadores bioquímicos do tipo isoenzimas e marcadores moleculares do tipo microssatélite são eficientes para estimar a variabilidade genética em acessos de arroz vermelho.PALAVRAS-CHAVE: Oryza sativa, marcadores bioquímicos. Red rice is one of the most important weeds of cultivated rice in Brazil. On the other hand, red rice constitutes a collection of genes lost during the cultivated rice domestication process and has a fundamental importance for recovery of promising genic constitutions. This study had the objective to analyze the genetic variability of a colletion of red rice (Oryza sativa L.) ecotypes from Rio Grande do Sul State, Brazil, through isoenzimatic and microsatellite markers. Thirty four accesses from the Seed and Biotechnology Laboratory germplasm bank, at Federal University of Pelotas, were analyzed using six isoenzimatic systems and nineteen microsatellite markers. Twenty-three biochemical and 54 molecular alleles were identified and used to estimate the polymorphism (PIC) and genetic similarity indexes. The analyzed red rice population presents large genetic variability, evidencing the potentiality to map characteristics of interest to seed physiology. Biochemical markers of the isoenzime type and molecular markers of the microsatellite type are efficient to estimate the genetic variability in red rice ecotypes. KEY-WORDS: Oryza sativa; biochemical markers; microsatellite markers; genetic variability.
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program