Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Comparação de dois métodos de avaliação da fenologia de plantas, sua interpretação e representação

ADD TO MY LIST
 
Author(s): BENCKE CINARA S.C. | MORELLATO L. PATRÍCIA C.

Journal: Revista Brasileira de Botânica
ISSN 0100-8404

Volume: 25;
Issue: 3;
Start page: 269;
Date: 2002;
Original page

Keywords: Atlantic forest | phenology | methods | tropical forest | synchrony

ABSTRACT
Este trabalho compara dois métodos de avaliação fenológica e sua representação gráfica. O estudo foi desenvolvido no Núcleo Picinguaba, Ubatuba, Estado de São Paulo (23masculine22' S e 44masculine48' W), em três formações florestais: floresta de restinga, floresta de planície e floresta de encosta. A floração, frutificação, queda de folhas e brotamento foram estimados mensalmente para cada indivíduo arbóreo, durante 18 meses. Foram comparados: i) percentual de intensidade de Fournier ou índice de intensidade: escala intervalar de cinco categorias de 0 a 4, com intervalo de 25% entre classes; e ii) índice de atividade ou porcentagem de indivíduos. O índice de atividade e o percentual de intensidade de Fournier forneceram informações distintas e complementares, facilitando a análise e interpretação do comportamento fenológico. Sugere-se que em estudos fenológicos populacionais sejam utilizados estes dois índices combinados para a análise e representação dos dados e que seja feita a distinção entre pico(s) de atividade e pico(s) de intensidade das fenofases.
Save time & money - Smart Internet Solutions      Why do you need a reservation system?