Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Comportamento da hepatite viral C nos pacientes em programa de hemodiálise do Hospital São Lucas da PUCRS

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Callegaro, Fabiane P. et. al

Journal: Scientia Medica
ISSN 1806-5562

Volume: 16;
Issue: 3;
Start page: 115;
Date: 2006;
Original page

Keywords: MEDICINA | HEPATITE C | DIÁLISE RENAL | HOSPITAL SÃO LUCAS DA PUCRS - SERVIÇO DE HEMATOLOGIA

ABSTRACT
Objetivos: Avaliar a prevalência de anticorpos positivos para hepatite C nos pacientes em programa de hemodiálise e realizar o seguimento desta amostra de pacientes em programa de hemodiálise, quanto à permanência em hemodiálise, realização de transplante renal, mortalidade e influência do vírus da hepatite C sobre mortalidade entre aqueles com PCR para HCV-RNA positivo. Métodos: Foram identificados os pacientes em programa de hemodiálise no Hospital São Lucas da PUCRS em maio de 2006, analisando a sorologia positiva para hepatite C, através de anti-HCV reagente. Também foram estudados, retrospectivamente, 71 pacientes que estavam em hemodiálise no período de 2000 a 2002 e que participaram de estudo prévio a respeito de prevalência de anti-HCV positivo e/ou HCV-RNA positivo. Foi realizado o seguimento destes pacientes através de revisão de prontuário médico. Os resultados foram apresentados de forma descritiva e comparados com a literatura. Resultados: Setenta pacientes estavam em programa de hemodiálise no mês de maio de 2006, entre os quais 7 (10%) tinham anticorpos positivos para hepatite C. Dos 71 pacientes que participaram do estudo entre 2000 e 2002, 24 (33,8%) permaneciam em acompanhamento no HSL-PUCRS, sendo que 12 (16,9%) em programa de hemodiálise e 12 (16,9%) realizaram transplante renal. Vinte e dois pacientes (31%) foram a óbito, sendo que as causas mais freqüentes foram as cardiovasculares (36,3%). Vinte e cinco pacientes (35,2%) perderam o vínculo com a instituição. Entre os 71 pacientes, 15 apresentavam anticorpos para o vírus C e 7 tinham a sorologia (anti-HCV) negativa. Entretanto, a detecção do HCV–RNA era positiva. Os restantes tinham tanto anti-HCV quanto HCV-RNA negativos. Conclusões: A prevalência atual de anticorpos positivos para hepatite C nos pacientes em hemodiálise não se alterou significativamente em relação ao período de 2002. Não foi possível identificar influência da infecção pelo vírus da hepatite C na mortalidade e no prognóstico dos pacientes em programa de hemodiálise. A causa de óbito mais freqüentemente encontrada foi a cardiovascular.
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program