Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Composição florística de um trecho de floresta ripária na Mata Atlântica em Picinguaba, Ubatuba, SP

ADD TO MY LIST
 
Author(s): SANCHEZ MARYLAND | PEDRONI FERNANDO | LEITÃO-FILHO HERMÓGENES DE FREITAS | CESAR OSWALDO

Journal: Revista Brasileira de Botânica
ISSN 0100-8404

Volume: 22;
Issue: 1;
Start page: 31;
Date: 1999;
Original page

Keywords: Floristic composition | riverine forest | atlantic rain forest

ABSTRACT
O presente trabalho trata do estudo florístico da vegetação arbórea que ocorre ao longo de um trecho das margens do rio da Fazenda, localizado no Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo de Picinguaba, no litoral norte do estado de São Paulo, município de Ubatuba (44°48' W e 23°22' S). Para a realização do levantamento, foram alocadas 40 parcelas de 10 m x 10 m, ao longo de um trecho do rio, sendo amostrados todos indivíduos com perímetro à altura do peito maior ou igual a 20 cm (DAP = 6,36 cm). Os 673 indivíduos amostrados distribuíram-se entre 120 espécies, 83 gêneros e 37 famílias. Myrtaceae foi a família de maior riqueza, com 28 espécies, seguida por Fabaceae (11), Rubiaceae e Lauraceae (8 cada uma). Euterpe edulis Mart. (Arecaceae), Chrysophyllum flexuosum Mart. (Sapotaceae), Coussarea nodosa Müll. Arg. (Rubiaceae) e Sloanea guianensis Benth. (Elaeocarpaceae) foram as populações com maior número de indivíduos. O índice de diversidade de Shannon encontrado foi H' = 4,07 nats/indivíduo, mostrando a grande diversidade da vegetação na área de estudo. As informações obtidas neste trabalho ressaltam a alta complexidade da Floresta Pluvial Tropical da Encosta Atlântica ao longo de sua extensão e fornecem dados para estudos comparativos com outros trechos de Mata Atlântica ou mesmo com outras formações florestais.
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?