Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Correlação entre testes de vigor em sementes de maxixe Correlation among vigor tests on gherkin seeds

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Salvador Barros Torres | Magnólia Aparecida Silva da Silva | Ione Maria Soares de Carvalho | Manoel Abílio de Queiróz

Journal: Pesquisa Agropecuária Brasileira
ISSN 0100-204X

Volume: 34;
Issue: 6;
Start page: 1074;
Date: 1999;
Original page

Keywords: Cucumis anguria | qualidade fisiológica de sementes | Cucumis anguria | physiological quality of seeds

ABSTRACT
O objetivo deste trabalho foi comparar a eficiência de diferentes testes para determinação da qualidade fisiológica de sementes de maxixe (Cucumis anguria L.), visando melhorar sua utilização como testes de qualidade e verificar suas relações com a emergência de plântulas em campo. Foram avaliadas sementes de sete lotes, pelos testes de germinação, primeira contagem de germinação, condutividade elétrica a 4 e 24 horas, envelhecimento acelerado, deterioração controlada, teste de frio sem solo e emergência de plântulas em campo. O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Análise de Sementes e em um campo experimental da Embrapa-CPATSA, em Petrolina, PE, no período de janeiro a maio de 1996. Nos testes de laboratório, o delineamento experimental foi inteiramente casualizado, e nos testes de campo foi usado o delineamento em blocos casualizados - ambos com quatro repetições de cinqüenta sementes, sendo as médias comparadas pelo teste de Tukey a 1% de probabilidade. Os testes de germinação e vigor foram eficientes para detectar diferenças de qualidade fisiológica entre lotes de sementes de maxixe. Os testes de deterioração controlada e de frio sem solo foram mais consistentes na separação dos lotes em diferentes níveis de vigor, e ao mesmo tempo apresentaram os maiores níveis de correlação com a emergência de plântulas em campo.This work was carried out with the objective of comparing the efficiency of different tests in the physiological quality of gherkin seeds (Cucumis anguria L.), looking for information for a better utilization of these quality control tests, as well as verifying their relation at field emergency. Seven lots of gherkin seeds were evaluated by the germination test, first count, electrical conductivity at 4 and 24 hours, accelerated aging, controlled damage, cold without soil, and field emergency. The trials were carried out at the Seed Lab and at an experimental field of Embrapa-CPATSA, at Petrolina, PE, Brazil, from January to May 1996. In the lab tests, a completely randomized design was used, and in the field tests, a randomized block design was used - both of them with four repetitions of fifty seeds, being the means compared by the Tukey test, at 1% of probability. The germination and vigor tests were effective to detect differences of physiological quality among gherkin seed lots. The damage control and cold without soil tests were more stable on the division of the lots by the vigor levels and, at the same time, showed the highest correlation with field emergency.
Save time & money - Smart Internet Solutions     

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona