Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

CRESCIMENTO DE Pinus elliottii ENGELM SOB DIFERENTES INTENSIDADES DE DESBASTE

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Clarice Glufke | César A. G. Finger | Paulo R. Schneider

Journal: Ciência Florestal
ISSN 0103-9954

Volume: 7;
Start page: 11;
Date: 1997;
VIEW PDF   PDF DOWNLOAD PDF   Download PDF Original page

Keywords: área basal | desbaste | crescimento

ABSTRACT
O presente trabalho teve por objetivo estudar o crescimento em volume de um povoamento de Pinus elliottii Engelm no município de Ponte Alta do Norte, SC, submetido a três níveis de desbaste com base na área basal da parcela testemunha não desbastada. Para tanto, estudou-se as áreas basais máxima, ótima e crítica, a relação hipsométrica e o desenvolvimento dos incrementos corrente anual, médio anual e periódico do volume, obtendo-se como resultados a determinação do grau de estoqueamento crítico nos diferentes períodos de desenvolvimento do povoamento, sendo este de 0,76 para o período de 7,5-10,5 anos, 0,80 para o período de 10,5-13,5 anos, 0,87 para o período de 13,5-16,5 anos, 0,90 para o período de 16,5-19,5 anos, 0,91 para o período de 19,5 a 25,5 anos e de 0,87 para o período total de estudo (7,5 - 25,5 anos). A perda de produção no tratamento T1 (desbaste de 25% da área basal da testemunha) foi de 9%, no tratamento T2 (desbaste de 50% da área basal da testemunha) foi de 20% e no tratamento T3 (desbaste de 75% da área basal da testemunha) foi de 54%.

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

     Affiliate Program