Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Cultivo de tilápia em tanques-rede na Barragem do Ribeirão

ADD TO MY LIST
 
Author(s): J. M. C. Sampaio | L. G. T. Braga

Journal: Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal
ISSN 1519-9940

Volume: 6;
Issue: 2;
Date: 2006;
Original page

Keywords: aqüicultura | densidade de estocagem | impacto ambiental | Oreochromis niloticus

ABSTRACT
Visando o desenvolvimento sustentável da piscicultura na Barragem do Ribeirão de Saloméa, Bahia, avaliou-se a dimensão do impacto ambiental provocado na água da barragem pela implantação de um cultivo superintensivo de tilápia em tanques-rede. Foi realizado um experimento com três tratamentos, correspondendo a três densidades (150, 200 e 250 peixes/m3, respectivamente) de tilápia da linhagem Chitralada com peso inicial médio de 30 gramas. Os peixes foram alimentados com ração comercial contendo 32% de proteína bruta e as biometrias, realizadas a cada 16 dias. Para o monitoramento da qualidade da água efetuou-se quatro coletas em diferentes pontos e profundidades da barragem durante o período de cultivo. Houve diferença significativa para a biomassa produzida por tanque-rede em função da densidade de peixes (F(2,6) = 89,92; p = 0,000), entretanto, isto não ocorreu para ganho de peso (F(2,6) = 2,216; p = 0,190) e conversão alimentar (F(2,6) = 3,338; p = 0,106). A sobrevivência variou de 89,13 a 90,19% e o custo médio por quilograma de pescado produzido para as três densidades estudas foi de R$ 2,068. O pH médio (5,88) manteve-se ligeiramente ácido durante todo o cultivo. Os valores médios para oxigênio dissolvido e temperatura no local dos tanques-rede foram 7,55 mg/L e 27,55 ºC, respectivamente. A implantação do projeto de piscicultura em tanques-rede na Barragem mostrou viabilidade técnica e econômica.

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

     Save time & money - Smart Internet Solutions