Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Cultura e classe social na pós-modernidade: tensões e perspectivas

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Assis, Aline Silveira de

Journal: Textos & Contextos
ISSN 1679-2041

Volume: 5;
Issue: 2;
Start page: Dados elet;
Date: 2006;
Original page

Keywords: PÓS-MODERNIDADE - ASPECTOS SOCIAIS | CLASSES SOCIAIS | PÓS-MODERNIDADE - CULTURA

ABSTRACT
O presente trabalho objetiva trazer algumas reflexões suscitadas no decorrer do curso de Mestrado em Serviço Social do PPG/FSS/UERJ, acerca do tema da cultura, objeto de estudo do presente curso. Entretanto, para este artigo, objetiva-se introduzir o tema através da discussão do conceito de classe social, conceito de suma importância, de modo a articular a cultura a um projeto transformador de sociedade. Neste sentido, é necessário, primeiramente, levar em consideração que tal identidade, outrora ligada ao vínculo com o mundo do trabalho, hoje aparece fragmentada. Assim sendo, faz-se necessário levantar algumas indagações sobre o conceito de classe que, na pós-modernidade, parece ter perdido centralidade, o que pode ser entendido como um desdobramento das transformações societárias em curso no atual momento histórico, as quais, desde a década de 1970, têm-se configurado como fruto das estratégias político-econômicas de superação da crise estrutural do capital, instaurada neste período. Devido à inserção tardia e subordinada do Brasil no sistema capitalista, tais efeitos têm aqui maior profundidade e gravidade. Como decorrência disto, o trabalho pretende chamar atenção para a importância de o Serviço Social enfrentar este debate criticamente, uma vez que o conflito Capital x Trabalho não deixou de ser central na sociedade e, assim, a profissão continua lidando cotidianamente com as expressões deste conflito.

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

     Save time & money - Smart Internet Solutions