Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Delimitação de habitats geomorfológicos na região do Parque Estadual de Morro do Chapéu – PEMC / BA

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Jocimara Souza Britto Lobão | Raquel de Matos Cardoso Vale

Journal: Geotextos : Revista da Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal da Bahia
ISSN 1809-189X

Volume: 4;
Date: 2009;
Original page

Keywords: geomorfologia | geoprocessamento | parque | caatinga | NDVI

ABSTRACT
O Parque Estadual de Morro do Chapéu - PEMC está localizado na região semiárida da Bahia, sobre um planalto sedimentar que atinge altitudes máximas de 1000m. Neste trabalho foi estabelecida uma metodologia para análise morfológica da área e o mapeamento dos habitats geomorfológicos. Para tanto, foram utilizados recortes da cena LANDSAT ETM+ e da cena Quickbird; e o MDT/SRTM-NASA, para geração dos mapas. O NDVI apontou índices de densidade de vegetação, revelando-se muito significativo, sobretudo por se tratar de uma área de forte semi-aridez, onde durante a estação seca ocorre perda da biomassa foliar. A análise das microbacias identificou as superfícies com maior índice de rugosidade, que, junto com os outros parâmetros morfométricos, indicou os graus de dissecação do relevo e os níveis de isolamento ambiental. Esta premissa está apoiada no fato de que a fragmentação amplia os níveis de complexidade e heterogeneidade ambiental. O resultado apontou os pediplanos dissecados da formação Morro do Chapéu como o habitat mais importante. Atinge as serras Isabel Dias e Carnaíbas, onde predominam matas de grotão, mata ciliar e complexos rupestres, e caatinga nas manchas de solo, que constituem um mosaico de formações vegetais com forte grau de primitividade, derivado do isolamento ambiental produzido pela fragmentação do relevo.
Affiliate Program     

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona