Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Determinação de rotina do crômio em fezes, como marcador biológico, pelo método espectrofotométrico ajustado da 1,5-difenilcarbazida

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Bremer Neto Hermann | Graner Celso Augusto Fessel | Pezzato Luiz Edivaldo | Padovani Carlos Roberto

Journal: Ciência Rural
ISSN 0103-8478

Volume: 35;
Issue: 3;
Start page: 691;
Date: 2005;
Original page

Keywords: crômio | marcador biológico | determinação espectrofotométrica | fezes

ABSTRACT
O objetivo deste estudo foi ajustar o método espectrofotométrico da 1,5-difenilcarbazida à determinação do crômio em fezes, como marcador biológico, adequando-o à rotina laboratorial. Fatores que poderiam exercer interferência na transformação do crômio (III) à crômio (VI) foram testados, como a recuperação do metal, quantidade de amostra, quantidade e ordem de emprego dos ácidos oxidantes da digestão úmida, temperatura e tempo de digestão e perda por volatilização do crômio como cloreto de cromila, porém não se determinou estatisticamente interferência destes fatores. No método ajustado, a amostra é digerida pela clássica mistura ácida nítrica/perclórica, levando a oxidação do crômio (III) a crômio (VI), e alíquota do extrato diluído é usado para reação com 1,5-difenilcarbazida; as absorbâncias são medidas a 550nm, utilizando-se de cubetas de um centímetro de caminho óptico, contra prova em branco conduzida simultaneamente. Dicromato de potássio foi empregado como substância de referência para obtenção da curva padrão na faixa de 0,25 - 2,5mg.mL-1 de Cr2O3 (1mg Cr2O3 masculine 1,9355mg K2Cr2O7).

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona

     Save time & money - Smart Internet Solutions