Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Dias ao Parto de Fêmeas Nelore de um Experimento de Seleção para Crescimento: I - Modelo de Repetibilidade

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Mercadante Maria Eugênia Zerlotti | Packer Irineu Umberto | Razook Alexander George | Cyrillo Joslaine Noely dos Santos Gonçalves | Figueiredo Leopoldo Andrade de

Journal: Revista Brasileira de Zootecnia
ISSN 1516-3598

Volume: 31;
Issue: 4;
Start page: 1715;
Date: 2002;
Original page

Keywords: desempenho reprodutivo | gado de corte | matrizes bovinas | reprodução | seleção para peso ao sobreano

ABSTRACT
Registros de datas de entrada na monta e respectiva data do parto, referentes a 1.247 fêmeas Nelore dos rebanhos experimentais da Estação Experimental de Zootecnia de Sertãozinho (IZ - SP), selecionadas para altos (seleção e tradicional) e para médios (controle) pesos ao sobreano foram usados para obter a variável dias ao parto, a fim de estudar o efeito da seleção para crescimento sobre o desempenho reprodutivo. Arquivos de novilhas e de vacas e novilhas foram analisados incluindo e não incluindo as não paridas. Nenhuma diferença significativa foi detectada entre os registros provenientes das vacas dos rebanhos selecionados e do controle, apesar das vacas do rebanho seleção apresentarem as maiores médias de dias ao parto na maioria dos arquivos estudados. Concordando com os resultados obtidos para o efeito de rebanho, o peso à seleção foi significativo somente para as vacas e novilhas, considerando as não paridas, com tendência das mais pesadas à seleção apresentarem menores valores para dias ao parto. Modelos nos quais não foi considerado o peso à seleção forneceram os mesmos resultados para o efeito de rebanho. As herdabilidades variaram de 0,02 a 0,16, sendo as mais altas obtidas em arquivos nos quais foram incluídos os registros das não paridas, indicando que a observação de caracteres de reprodução somente das fêmeas férteis contribui para mascarar as diferenças genéticas entre os animais, e quando esta variabilidade é re-introduzida, designando-se penalidades às fêmeas que não pariram, as diferenças genéticas entre os animais aparecem. Existem evidências que a seleção para peso não comprometeu o desempenho reprodutivo das fêmeas, mesmo sendo criadas em condições ambientais similares.
Save time & money - Smart Internet Solutions     

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona