Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

A dimensão ocupacional do setor de atendimento à saúde no Brasil The occupational dimension of the health care sector in Brazil

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Claudio Salvadori Dedecca | Eliane Navarro Rosandiski | Marcelo Soares de Carvalho | Carolina Veríssimo Barbieri

Journal: Trabalho, Educação e Saúde
ISSN 1678-1007

Volume: 3;
Issue: 1;
Start page: 123;
Date: 2005;
Original page

Keywords: emprego | política social | regulamentação | jobs | social policy | regulation

ABSTRACT
Este artigo propõe uma metodologia para estimar a dimensão ocupacional do setor de atendimento à saúde e destaca o papel fundamental deste setor para a geração de ocupação e a elevação do perfil de qualificação do mercado de trabalho nacional. A análise parte do pressuposto que o setor de atendimento à saúde, como os demais segmentos vinculados à política social, tem o trabalho como elemento central da organização de sua atividade. Embora as novas tecnologias auxiliem a atividade no setor, possibilitam apenas uma substituição limitada do recurso humano. Assim, parte importante dos riscos inerentes aos atendimentos não é passível de reversão, devendo ser prevenidos sistematicamente, o que exige uma política recorrente de qualificação e regulamentação dos recursos humanos em saúde. A análise toma por base os dados do Censo Demográfico de 2000 e da Relação Anual de Informações Sociais para 2001.This article proposes a methodology to estimate the occupational dimension of the Health Care sector and emphasizes the essential role played by this sector in the generation of jobs and in the improvement of the qualification profile of the Brazilian labour market. The assumption underlying the analysis is that, for the health care sector, as for the other segments connected with social policy, labour is the central element in the organization of their activities. Although the new technologies may help, they can only replace the human resources in a very limited number of activities. Since an important part of the risks inherent to care cannot be reversed, and must, therefore, be systematically prevented, health care requires the constant elaboration of policies concerned with the qualification and regulation of human resources in health. The analysis is based on data from the 2000 Demographic Census and from the Annual Relation of Social Information for the year 2001.
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?