Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Diversidade corporal e perícia médica: novos contornos da deficiência para o Benefício de Prestação Continuada

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Barbosa, Lívia | Diniz, Debora | Santos, Wederson

Journal: Textos & Contextos
ISSN 1679-2041

Volume: 8;
Issue: 2;
Start page: Dados elet;
Date: 2009;
Original page

Keywords: PREVIDÊNCIA SOCIAL - BRASIL | ASSISTÊNCIA SOCIAL | DISTRIBUIÇÃO DE RENDA

ABSTRACT
O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é a principal política de transferência de renda para a população deficiente no Brasil. Para acessar o benefício, os deficientes devem comprovar a pobreza e se submeter a uma perícia médica que atesta os impedimentos corporais. Este artigo analisa os conceitos de deficiência utilizados pelos médicos peritos responsáveis pela avaliação e seleção dos beneficiários do BPC. Foi aplicado um questionário estruturado, autoministrado, para 448 médicos peritos. O questionário simula situações de candidatos ao BPC e solicita que o perito assinale sua postura em cada uma das situações relacionadas. Os resultados mostram que os modelos médico e social da deficiência disputam a autoridade discursiva sobre a deficiência no momento da perícia. Há situações em que o modelo biomédico é hegemônico, situações de alternância entre os dois modelos e situações em que os modelos se tensionam. O estudo revela que a compreensão da deficiência como uma questão de justiça social conquistou novos espaços, mesmo aqueles tradicionalmente dominados pelo modelo biomédico, como o contexto da perícia médica.
Save time & money - Smart Internet Solutions     

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil