Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Doenças fúngicas pós-colheita em mamões e laranjas comercializados na Central de Abastecimento do Recife

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Dantas Suzana A. F. | Oliveira Sônia M. A. | Michereff Sami J. | Nascimento Luciana C. | Gurgel Luciana M. S. | Pessoa Wagner R. L. S.

Journal: Fitopatologia Brasileira
ISSN 0100-4158

Volume: 28;
Issue: 5;
Start page: 528;
Date: 2003;
Original page

Keywords: fungos fitopatogênicos | Carica papaya | Citrus sinensis

ABSTRACT
Doenças fúngicas pós-colheita constituem uma das principais causas de perdas durante a fase de comercialização de frutos tropicais. Frutos de mamão (Carica papaya) e laranja (Citrus spp.) foram analisados em relação à incidência de doenças fúngicas e freqüência das espécies patogênicas durante seis meses, na Central de Abastecimento de Recife, Estado de Pernambuco. As amostragens foram realizadas mensalmente, sendo avaliados 40 frutos de cada espécie, em cinco pontos de comercialização, totalizando 200 frutos/amostragem/espécie. Ocorreu uma grande diversidade de doenças em frutos de mamão, onde as incidências variaram entre 39,71% e 0,07%, com maior nível para a podridão peduncular. Em frutos de laranja a incidência de doenças variou entre 11,85% e 0,62%, para podridão peduncular por Lasiodiplodia spp. e antracnose, respectivamente. Os patógenos que apresentaram maiores freqüências foram Colletotrichum gloeosporioides (44,95%) em mamão e Lasiodiplodia theobromae (11,85%) em laranja. A diversidade de doenças constatada neste estudo sugere a necessidade do emprego de medidas de controle mais efetivas durante as fases de produção e pós-colheita de frutos de mamão e laranja, visando propiciar redução das perdas.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions