Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Dry matter production of Tanzania grass as a function of agrometeorological variables Produção de matéria seca de capim‑tanzânia em função de variáveis agrometeorológicas

ADD TO MY LIST
 
Author(s): José Ricardo Macedo Pezzopane | Patricia Menezes Santos | Fernando Campos Mendonça | Leandro Coelho de Araujo | Pedro Gomes da Cruz

Journal: Pesquisa Agropecuária Brasileira
ISSN 0100-204X

Volume: 47;
Issue: 4;
Start page: 471;
Date: 2012;
Original page

Keywords: Panicum maximum | índice climático de crescimento | graus‑dia | evapotranspiração | modelagem | Panicum maximum | climatic growth index | degree‑days | evapotranspiration | modeling

ABSTRACT
The objective of this work was to develop and validate linear regression models to estimate the production of dry matter by Tanzania grass (Megathyrsus maximus, cultivar Tanzania) as a function of agrometeorological variables. For this purpose, data on the growth of this forage grass from 2000 to 2005, under dry‑field conditions in São Carlos, SP, Brazil, were correlated to the following climatic parameters: minimum and mean temperatures, degree‑days, and potential and actual evapotranspiration. Simple linear regressions were performed between agrometeorological variables (independent) and the dry matter accumulation rate (dependent). The estimates were validated with independent data obtained in São Carlos and Piracicaba, SP, Brazil. The best statistical results in the development and validation of the models were obtained with the agrometeorological parameters that consider thermal and water availability effects together, such as actual evapotranspiration, accumulation of degree‑days corrected by water availability, and the climatic growth index, based on average temperature, solar radiation, and water availability. These variables can be used in simulations and models to predict the production of Tanzania grass.O objetivo deste trabalho foi desenvolver e validar modelos de regressão linear para a estimativa de produção de matéria seca de capim‑tanzânia (Megathyrsus maximus, cultivar Tanzania) em função de variáveis agrometeorológicas. Para tanto, dados de períodos de crescimento da forragem entre 2000 e 2005, em condições de sequeiro em São Carlos, SP, foram correlacionados aos seguintes parâmetros climáticos: temperaturas mínima e média, graus‑dia, evapotranspiração potencial e atual. Foram realizadas regressões lineares simples entre as variáveis agrometeorológicas (independentes) e a taxa média de acúmulo (dependente). As estimativas foram validadas com dados independentes obtidos em São Carlos e Piracicaba, SP. Os melhores resultados estatísticos observados no desenvolvimento e na validação dos modelos foram obtidos para parâmetros agrometeorológicos que levem em consideração o efeito térmico e hídrico conjuntamente, como evapotranspiração real, acúmulo de graus‑dia corrigido pela disponibilidade hídrica e índice climático de crescimento, baseado na temperatura média, na radiação solar e na disponibilidade hídrica. Essas variáveis podem ser utilizadas em simulações e modelos para prever a produção do capim‑tanzânia.
Save time & money - Smart Internet Solutions     

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil