Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Efeito do peso corporal na fecundidade e na longevidade do percevejo predador Podisus rostralis Effect of body weight on fecundity and longevity of the stinkbug predator Podisus rostralis

ADD TO MY LIST
 
Author(s): José Cola Zanuncio | Adrián José Molina-Rugama | Germi Porto Santos | Francisco de Sousa Ramalho

Journal: Pesquisa Agropecuária Brasileira
ISSN 0100-204X

Volume: 37;
Issue: 9;
Start page: 1225;
Date: 2002;
Original page

Keywords: controle biológico | criação massal | desempenho reprodutivo | sobrevivência | biological control | mass rearing | reproductive performance | survival

ABSTRACT
Considerando a importância dos percevejos predadores como agentes de controle biológico e a necessidade de se otimizar sua produção massal, realizou-se o presente trabalho para avaliar a influência do peso corporal sobre a sobrevivência e a reprodução de fêmeas de Podisus rostralis (Stål) (Hemiptera: Pentatomidae). Os tratamentos foram constituídos por fêmeas desse predador com peso médio de: 39,5 mg, 45,5 mg, 51,5 mg, 57,5 mg e 63,5 mg. O período de preoviposição foi menor nas fêmeas mais pesadas, enquanto o número de ovos e de ninfas por dia apresentou relação linear positiva com o peso das fêmeas de P. rostralis. A longevidade das fêmeas desse predador foi semelhante entre tratamentos, porém não apresentou tendência de variação em razão do seu peso corporal. Como o objetivo de uma criação massal é produzir o maior número possível de ninfas por dia, recomenda-se o uso de fêmeas de P. rostralis com peso acima de 60,0 mg.Considering the importance of predatory Pentatomidae as biological control agents it is necessary to optimize mass production facilities of these species. The objective of this research was to evaluate the influence of body weight on survival and reproductive parameters of females of Podisus rostralis (Stål) (Hemiptera: Pentatomidae). Treatments were represented by females of this predator with the following mean weight: 39.5 mg, 45.5 mg, 51.5 mg, 57.5 mg and 63.5 mg. Heavier females of P. rostralis showed shorter preoviposition period while the number of eggs and of nymphs per day presented a positive linear relationship with female weight of this predator. Longevity of females of P. rostralis was similar between treatments with no tendency of variations as a function of body weight of these females. Since the objective of mass rearing facilities of predatory bugs is to produce the maximum possible number of nymphs per day it is recommended to use females of P. rostralis with weight above 60.0 mg.
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?