Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Erotismo à brasileira: o ciclo da pornochanchada

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Kessler, Cristina

Journal: Sessões do Imaginário
ISSN 1516-9294

Volume: 14;
Issue: 22;
Start page: 14;
Date: 2009;
Original page

Keywords: CINEMA - BRASIL - HISTÓRIA

ABSTRACT
“O cinema brasileiro se despiu cedo”. A frase de Eduardo Parga (2008, p. 90) sintetiza a relação de proximidade entre o cinema produzido no Brasil e as representações de conteúdos eróticos. Já em 1916, Lucíola, adaptação do romance de José de Alencar dirigida por Franco Magliani, exibia uma cena de nudez da atriz Aurora Fúlgida. Mais tarde, em 1951, Virgínia Lane dançaria seminua em Anjo do Lodo, de Luís de Barros. Mas foi em meados dos anos 60 que o país descobriu o forte apelo popular do erotismo cinematográfico. Na posição de voyeur, protegido pela sala escura, um público ávido por saciar sua pulsão escópica passou a consumir amplamente uma nova espécie de filmes, que acrescentavam às suas tramas um sabor picante ao lançar mão de doses leves de nudez, malícia e sensualidade para atualizar a tradição das comédias populares urbanas. “The Brazilian cinema stripped earlier”. Eduardo Parga’S (2008, p. 90) sentence summarizes the close relationship between the movies produced in Brazil and the representations of erotica. Already in 1916, Lucíola, adapted from José de Alencar’s novel and directed by Franco Magliani, showed a scene of nudity by actress Aurora fulgida. Later, in 1951, Virginia Lane dance naked in the Anjo de Lodo, by Luis de Barros. But it was in the mid-60s that the country discovered the strong popular appeal of film erotica. In the position of voyeur, protected by the dark room, a public eager to indulge in its scopic drive now consumed fully a new kind of films, who added to their frames a pungent flavor to resort to a small dose of nudity, sensuality and malice to update the tradition of popular urban comedies.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions