Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Estimativa do coeficiente de cultura do cafeeiro em função de variáveis climatológicas e fitotécnicas

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Villa Nova Nilson Augusto | Favarin José Laércio | Angelocci Luiz Roberto | Dourado-Neto Durval

Journal: Bragantia
ISSN 0006-8705

Volume: 61;
Issue: 1;
Start page: 81;
Date: 2002;
Original page

Keywords: Coffea arabica L. | evapotranspiração | área foliar | densidade de plantas | plantas daninhas

ABSTRACT
Com base em pesquisa realizada no cafezal do Departamento de Produção Vegetal da ESALQ, Universidade de São Paulo, utilizando a cultivar Mundo Novo IAC 388-17, enxertada na cultivar Apoatã IAC 2258, plantada no espaçamento de 2,5 m x 1,0 m (4.000 plantas.ha-1), propôs-se um método para a estimativa do coeficiente de cultura (Kc) de café. O método fundamentou-se na estimativa da transpiração do cafeeiro em função de variáveis climatológicas e fitotécnicas (área foliar, densidade de plantas e manejo de plantas daninhas). Entre 15 e 40 meses após a implantação do cafezal, realizaram-se estimativas de Kc nas condições de densidade de plantio e da área foliar do cafeeiro, bem como simulações para diferentes densidades, na presença e na ausência de plantas daninhas. Os resultados evidenciaram a dinâmica do coeficiente de cultura (Kc) com a variação da área foliar e a densidade de plantio. O Kc estimado foi superior na presença de mato até 30 meses após o plantio, para o espaçamento adotado neste experimento. Em comparação com os dados de Kc para café indicados na literatura, o método proporcionou resultados consistentes, com a vantagem de permitir simulações para diferentes densidades de plantas. Em vista dos resultados, sugerem-se estudos adicionais da relação entre área foliar e densidade de plantas elevada, ou seja, que ultrapasse o limite adotado neste experimento, de 4.000 plantas.ha-1.
Why do you need a reservation system?      Affiliate Program