Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Estudo da evolução dos acidentes do trabalho registrados pela Previdência Social no período de 1995 a 1999, em Botucatu, São Paulo

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Binder Maria Cecília Pereira | Wludarski Sheila Lordelo | Almeida Ildeberto Muniz de

Journal: Cadernos de Saúde Pública
ISSN 0102-311X

Volume: 17;
Issue: 4;
Start page: 915;
Date: 2001;
Original page

Keywords: Acidentes do Trabalho | Saúde Ocupacional | Doenças Ocupacionais

ABSTRACT
Este estudo descreve os acidentes do trabalho registrados na Previdência Social, em Botucatu, São Paulo, de 1995 a 1999. Foram analisadas 2.462 comunicações de acidentes do trabalho, 87,3% referentes a acidentes do trabalho típicos, 6,1%, a acidentes de trajeto e 6,6% a doenças ocupacionais. Entre 1996 e 1999, o número de acidentes típicos declinou, principalmente devido à diminuição ocorrida nas grandes empresas do município. Nelas, o tempo médio de afastamento do trabalho variou de 9,83 a 12,78 dias, enquanto nas micro e pequenas empresas, a variação foi de 16,21 a 24,32 dias. Essas diferenças foram estatisticamente significantes (alfa = 5% e p = 0,0001). Os resultados (a) confirmam que análises baseadas no número de notificações de acidentes do trabalho são limitadas; (b) mostram a importância do aperfeiçoamento de sistemas de informação de acidentes do trabalho em nível local, de modo a incluir todos os casos, independentemente da forma de inserção dos trabalhadores no mercado de trabalho; (c) revelam que mudanças na organização de empresas são importantes para a compreensão da evolução da ocorrência dos acidentes de trabalho em nível local.
Save time & money - Smart Internet Solutions     

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona