Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Evaluation of the assistance to diabetics and or hypertenses at a Primary Health Care Unit Avaliação da assistência a diabéticos e ou hipertensos em uma unidade de Atenção Primária à Saúde

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Claudio Oliveira Souto | Claudia Delfim Silbermann | Gerson Luiz Aita | Luis Antônio Benvegnú

Journal: Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade
ISSN 1809-5909

Volume: 4;
Issue: 16;
Start page: 260;
Date: 2010;
Original page

Keywords: Doença Crônica - prevenção e controle | Atenção Primária à Saúde | Estudos Transversais | Diabetes Mellitus | Hipertensão

ABSTRACT
This paper bas the general objective to perform an evaluation of the assistance to hypertenses and/or diabetics at a health care unit of Primary Health Care, taking into account the importance of nontransmissible chronic diseases, being the cardiovascular diseases the first cause of mortality in Brazil - systemic arterial hypertension and diabetes mellitus are the main risk factors of the population, which are potentially controllable. A descriptive cross-sectional study was held, with a quantitative approach on a population of 462 hypertensive and diabetic patients, registered al the health unit of Planalto, Santa Rosa (RS); the pieces of information gathered refer to the period from September 2006 to September 2007. We noticed that, in general, structure toward care, as recommended by the Ministry of Health, is adequate. We found 431 hypertensive patients registered at the health unit, corresponding to a coverage rate of 59.6%, and 83 diabetic patients, corresponding to a coverage rate of 64.8%. The highest concentration of the registered individuals is between the age range of 50 to 69 years (56.9%). We confirmed that 87.4% of the registered patients presented one visit or more with the family and community physician (MFC); 75.5% attended on time to the date of return visit; 52.2% adhered to the treatment; 16.7% were smokers; 39.6% led a sedentary life and 49.8% were obese. The increase of the left ventricle was the most frequent complication. Metformin, hydrochlorothiazide and captopril are not being distributed to the registered patients on a regular basis. There is a lot of glibenclamide in stock. The cardiovascular high risk stratification found in this study corresponds to 23.1% by means of the British strategy and 37.3% of the American strategy, bringing to the surface the cost-benefit discussion in the treatment with the use of statins. The cardiovascular high-risk patients showing LDL cholesterol below 100mg/dl correspond to 16.3% by the British school and 12.3% by the American school, rates which are very low when compared to the American studies. We noted that the cholesterol rates are high and obesity is quite prevailing; there must be an assessment as to how the multiprofessional intervention is taking place and the adhesion and availability of statins. Finally, we highlight the importance of constant updating of the registrations at the visits, which facilitated data collection.Este trabalho tem como objetivo geral realizar uma avaliação da assistência a hipertensos e/ou diabéticos em uma unidade de saúde de Atenção Primária à Saúde, levando-se em conta a importância das doenças crônicas não transmissíveis, sendo as doenças cardiovasculares como a primeira causa da mortalidade no Brasil - a hipertensão arterial sistêmica e o diabetes melittus são os principais fatores de risco populacionais, potencialmente controláveis. Realizou-se estudo transversal descritivo, com abordagem quantitativa em uma população de 462 pacientes hipertensos e diabéticos, cadastrados na unidade de saúde da Planalto, Santa Rosa (RS), as informações coletadas se referem ao período de setembro de 2006 a setembro de 2007. Observamos que, de modo geral, a estrutura para atendimento, conforme recomenda o Ministério da Saúde, é adequada. Encontramos, na unidade de saúde, 431 hipertensos cadastrados, correspondendo a uma taxa de cobertura de 59,6% e 83 diabéticos, correspondendo a uma taxa de cobertura de 64,8%. A maior concentração dos cadastrados está entre a faixa de idade de 50 a 69 anos (56,9%). Constatamos que 87,4% dos cadastrados apresentava uma consulta ou mais com o Médico de Família e Comunidade (MFC), 75,5% compareceram em dia a data de retorno de consulta, 52,2% de adesão ao tratamento, 16,7% eram tabagistas, 39,6% sedentários e 49,8%, obesos. O aumento do ventrículo esquerdo foi a complicação de maior frequência. Metformina, hidroclorotiazida e captopril não estão sendo oferecidos aos cadastrados de forma regular. A glibenclamida está sobrando no estoque. A estratificação de alto risco cardiovascular encontrada neste estudo corresponde a 23,1% por meio da estratégia britânica e 37,3% na americana, trazendo à tona a discussão do custo-benefício no tratamento com o uso das estatinas. Os pacientes em alto risco cardiovascular que se encontram com o colesterol LDL abaixo de 100mg/dI correspondem a 16,3% pela escola britânica e 12,3% pela americana, índices muito abaixo quando comparados aos estudos americanos. Constatamos que as taxas de colesterol estão elevadas e a obesidade é muito prevalente, necessitando avaliar como está se dando intervenção multiprofissional e a adesão e disponibilidade das estatinas. Destacamos, por fim, a importância da atualização constante dos cadastros nas consultas, o qual facilitou a coleta de dados.

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona

     Save time & money - Smart Internet Solutions