Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Evolução tardia de pacientes com prótese aórtica pequena (19 e 21 mm)

ADD TO MY LIST
 
Author(s): ARNONI Renato Tambellini | ARNONI Antoninho Sanfins | MENEGHELO Zilda Machado | BARROSO Cecília Maria Quaglio | ALMEIDA Antônio Flávio Sanches de | ABDULMASSIH NETO Camilo | DINKHUYSEN Jarbas J. | ISSA Mário | CHACCUR Paulo | PAULISTA Paulo P.

Journal: Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular
ISSN 0102-7638

Volume: 14;
Issue: 4;
Start page: 279;
Date: 1999;
Original page

Keywords: Prótese das valvas cardíacas/implante | Prótese das valvas cardíacas/seguimentos | Valva aórtica/cirurgia | Valva mitral/cirurgia

ABSTRACT
OBJETIVO: Avaliar pacientes submetidos a troca valvar aórtica por próteses pequenas (19 e 21 mm) no seguimento pré e pós-operatório, para verificar a sua viabilidade. CASUÍSTICA E MÉTODOS: No período de janeiro de 1989 a novembro de 1997, 1497 pacientes foram submetidos a troca valvar aórtica, em nosso Serviço. Cem apresentaram anel aórtico pequeno, sendo utilizada prótese pequena. Houve, neste grupo, um predomínio do sexo feminino com 74% dos casos, com superfície corpórea média de 1,57 m2. Empregou-se prótese biológica em 33% dos casos. Estes pacientes foram acompanhados com eco Doppler e avaliação clínica no pós-operatório. RESULTADOS: Este grupo de doentes apresentou melhora na classe funcional, sendo que 86,3% deles estão na classe I e o restante na classe II. O gradiente VE-Ao teve uma diminuição significativa, com média de 30,9 mmHg no pós-operatório. Foi necessário procedimento associado em 64% dos casos, tendo, como mais comum, a troca da valva mitral. A sobrevida deste grupo, em 101 meses de acompanhamento, é de 83%. CONCLUSÃO: Em função da melhoria clínica acentuada dos pacientes, com a maioria estando assintomática e com gradiente trans-protético aceitável, acreditamos que as próteses pequenas possam ser utilizadas com segurança, levando em consideração a relação entre o número da prótese e a superfície corpórea do paciente.

Tango Rapperswil
Tango Rapperswil

     Save time & money - Smart Internet Solutions