Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Expression of resistance in rice hybrids to Pyricularia grisea Expressão de resistência em híbridos de arroz a Pyricularia grisea

ADD TO MY LIST
 
Author(s): ANNE S. PRABHU | ELCIO P. GUIMARÃES | MARTA C. FILIPPI | LEILA G. ARAUJO | VERIDIANO A. CUTRIM

Journal: Fitopatologia Brasileira
ISSN 0100-4158

Volume: 27;
Issue: 5;
Start page: 454;
Date: 2002;
Original page

Keywords: Magnaporthe grisea | rice blast | hybrid rice | partial resistance | Oryza sativa

ABSTRACT
Thirty-nine rice (Oryza sativa) hybrids and their restorers were assessed for vertical resistance to Pyricularia grisea in the rice blast nursery, and in artificial inoculation tests with two pathotypes, under controlled greenhouse conditions. The hybrids were developed from cytoplasmic genetic male sterile lines 046I and IR 58025A, derived from WA cytoplasm. In the rice blast nursery all hybrids showed susceptible reaction varying from 5 to 9. Compatible and incompatible leaf blast reactions of hybrids to two pathotypes, IC-1 and IB-45, were observed in inoculation tests. A majority of the hybrids were resistant when the restorer was resistant. However, seven of the 25 F1 hybrids exhibited susceptible reactions even when one of the parents was resistant to a pathotype. The partial resistance of 11 hybrids and their parents that showed compatible reactions to two pathotypes was analyzed. Differential interaction between isolates and genotypes was observed for partial resistance in relation to both disease severity and lesion number indicating the specific nature of partial resistance.Foram avaliados 39 híbridos de arroz (Oryza sativa) desenvolvidos a partir das linhagens 046I e IR 58025A com macho esterilidade genético citoplasmática derivado do citoplasma WA e seus restauradores, para resistência vertical a Pyricularia grisea. Os testes foram realizados em viveiro de brusone e em condições artificiais de inoculação com dois patotipos, em casa de vegetação. Em viveiro de brusone, todos os híbridos apresentaram reação suscetível variando de 5 a 9 em uma escala de 0 a 9. Reações compatíveis e incompatíveis à brusone nas folhas foram observadas para os dois patotipos IC-1 e IB-45, em inoculações controladas. A maioria dos híbridos foi resistente quando o restaurador utilizado como pai foi resistente. Entretanto, sete dos 25 híbridos F1 apresentaram reação suscetível mesmo quando um dos pais foi resistente para um patótipo. A resistência parcial de 11 híbridos e seus pais que apresentaram reação compatível foi analisada para resistência parcial. Foi observada interação diferencial entre isolados e genótipos para resistência parcial em relação a severidade e número de lesões esporulativas, indicando a natureza especifica da resistência parcial.
Affiliate Program      Why do you need a reservation system?