Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

A força coercitiva: um instrumento a serviço da pax temporalis na civitas, segundo santo Agostinho

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Costa, Marcos Roberto Nunes

Journal: Veritas
ISSN 0042-3955

Volume: 51;
Issue: 203;
Start page: 5;
Date: 2006;
Original page

Keywords: PAZ - ASPECTOS RELIGIOSOS | CARIDADE | JUSTIÇA (FILOSOFIA) | AGOSTINHO | SANTO - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO

ABSTRACT
Baseado no princípio ontológico da vera justitia, ou da "divina ordem", segundo a qual é justo que se "subordinem as coisas somente às dignas, as corporais às espirituais, as inferiores às superiores, as temporais às sempiternas" (Ep. , 140), o que resulta, na prática, na subordinação dos governados aos governantes, Agostinho introduz em sua doutrina ético-política o conceito de força coercitiva, como instrumento prático garantidor da ordinata concordia ou pax temporalis, na civitas, de forma que, punido pelo reto castigo, o pecador possa retornar à ordem e assim alcançar a vida eterna. Em Agostinho, todas as formas de castigos por ele admitidos não têm caráter de perseguição, vingança ou sadismo, mas de correção e reintegração do pecador na ordem, por isso devem ser guiados pela caridade.
Save time & money - Smart Internet Solutions     

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona