Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Frequência de injeções intramusculares na região ventroglútea antes e após oficina de capacitação

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Fernanda Raphael Escobar Gimenes | Maristela Priscila Nardo Ramos

Journal: Revista Eletrônica de Enfermagem
ISSN 1518-1944

Volume: 15;
Issue: 3;
Start page: 678;
Date: 2013;
VIEW PDF   PDF DOWNLOAD PDF   Download PDF Original page

Keywords: Injeções Intramusculares | Enfermagem | Capacitação Profissional.

ABSTRACT
O objetivo foi identificar a frequência de injeções intramusculares (IMs) na região ventroglútea administradas por profissionais da enfermagem antes e após oficina de capacitação. Do total de 32 sujeitos, participaram do estudo 14 profissionais de um pronto atendimento. Pesquisa exploratória realizada em três fases. A primeira visou identificar a frequência de injeções IMs no ventroglúteo. Na segunda foi realizada oficina de capacitação. A terceira identificou a frequência de injeções IMs no ventroglúteo, após a oficina. Das 525 injeções administradas pela via IM na primeira fase, 520 (99%) foram na região dorsoglútea e nenhuma na região ventroglútea. Após a oficina, das 448 injeções administradas, 418 (93,3%) ocorreram na região dorsoglútea e 23 (5,1%) na região ventroglútea. Apesar do aumento da frequência de injeções no ventroglúteo, o resultado não é significativo. Embora as evidências revelem que a região ventroglútea apresenta menos riscos, os profissionais permanecem priorizando o dorsoglúteo para as injeções.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions