Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Geologia e Geocronologia da Suíte Metamórfica Colorado e suas Encaixantes, SE de Rondônia: Implicações para a Evolução Mesoproterozóica do SW do Cráton Amazônico

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Gilmar José Rizzotto | Jorge Silva Bettencourt | Wilson Teixeira | Igor Ivory Gil Pacca | Manoel Sousa D’Agrella Filho | Paulo Vasconcelos | Miguel Angelo Stipp Basei | Artur Takashi Onoe | Cláudia Regina Passarelli

Journal: Geologia USP : Série Científica
ISSN 1519-874X

Volume: 2;
Start page: 41;
Date: 2002;
VIEW PDF   PDF DOWNLOAD PDF   Download PDF Original page

Keywords: Craton Amazônico | Proterozóico | Rochas básicas | Geocronologia 40Ar/39Ar.

ABSTRACT
A utilização integrada dos dados geológicos e geocronológicos (U-Pb, 40Ar/39Ar e Rb-Sr) definiu um importante eventotectono-magmático na região compreendida entre Colorado do Oeste e Cabixi no extremo sudeste de Rondônia. Permitiu tambémcaracterizar a Suíte Metamórfica Colorado: associação de rochas polideformadas em condições metamórficas da fácies anfibolitosuperior, assim representada: 1) metamonzogranitos porfiríticos associados a anfibolitos (magmatismo bimodal); 2) intercalaçõesde metassedimentares clásticas e químicas (sillimanita xistos e formações ferríferas); 3) muscovita-granada leucogranitos e4) máficas/ultramáficas intrusivas. As rochas máficas da Suíte Metamórfica Colorado ocorrem como corpos isolados e preservadosda deformação regional. Constituem metagabros acamadados de granulação grossa, com textura ígnea cumulática preservada. Trêsfrações de zircão analisadas para U/Pb da amostra RO-10 alinham-se em uma discórdia com idade de intercepto superior de1352 + 4/-3 Ma (MSWD = 0,18), interpretada como a idade de cristalização. Os metamonzogranitos porfiríticos foram datadospor Rb-Sr isocrônico em rocha total (R0-15; monzogranito e anfibolito - facies máfico e félsico), definindo idade de 1360 ± 45 Mae razão inicial 87Sr/86Sr de 0,7040 ± 0,0012 (MSWD = 9,2). Uma amostra de aplito subconcordante com a foliação regional forneceuidade de 1360 ± 13 Ma. Cristais de muscovita de um leucogranito anatético (RO-14) foram datados por 40Ar/39Ar, resultando emidades plateau de 1312 ± 3 Ma (grão 1) e 1303 ± 2 Ma / 1305 ± 2 Ma (grão 2). O grão 3 apresentou um espectro isotópicoheterogêneo, cuja idade integrada é de 1289 ± 2 Ma. Hornblenda de duas amostras de anfibolitos (R0-18 e 19), produziram asseguintes idades 40Ar/39Ar, respectivamente: 1313 ± 4 Ma; 1313 ± 6 Ma e 1312 ± 3 Ma; 1325 ± 3 Ma; 1326 ± 2 Ma /1330 ± 3 Ma. A idade média ponderada é de 1319 ± 10 Ma, sendo interpretada como a melhor estimativa da época do resfriamentometamórfico regional. Os dados aqui apresentados permitem sugerir a atuação de um evento tectono-magmático no extremo SE deRondônia com idade entre 1,36 – 1,32 Ga. Esse evento é anterior à evolução do Terreno Nova Brasilândia (1215 - 1110 Ma).Entretanto, face ao pequeno número de datações, a caracterização inequívoca de uma orogenia nesse período de tempo é aindadiscutível. Idades semelhantes são encontradas em rochas intrusivas no embasamento policíclico da porção central de Rondônia,as quais são compatíveis com modelos tectônicos para a evolução mesoproterozóica do SW do Cráton Amazônico.

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona

     Affiliate Program