Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

GERM FRACTION WITH MAIZE PERICARP AS FOOD: NUTRITIONAL QUALITY AND TECHNOLOGICAL APPLICATION FRAÇÃO GÉRMEN COM PERICARPO DE MILHO NA ALIMENTAÇÃO HUMANA: QUALIDADE NUTRICIONAL E APLICAÇÃO TECNOLÓGICA

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Maiza Vieira Leão de Castro | Aline Luiz de Mendonça | Grazielle Gebrim Santos | Luciana de Oliveira Froes | Jullyana Borges de Freitas | Maria Margareth Veloso Naves

Journal: Pesquisa Agropecuária Tropical
ISSN 1983-4063

Volume: 41;
Issue: 2;
Date: 2011;
Original page

Keywords: Gérmen de milho | biscoito | composição química | valor nutricional | aceitabilidade

ABSTRACT
The germ fraction with maize pericarp (GMP), obtained from the degermination of this cereal, presents a high nutrient density,  however, it is underused as food. Therefore, the objective of this study was to develop cookies enriched with GMP, in order to evaluate their acceptability and determine their centesimal composition. The GMP fraction was added to the formulations, in the proportion of 40% and 50%, in replacement of wheat flour and cassava starch. Centesimal composition analyses were performed for both the GMP fraction and cookies. All cookies were accepted, in relation to global acceptance, however, only the cookie with 40% replacement of wheat flour and cassava starch by GMP was accepted, concerning appearance. The GMP fraction showed high levels of lipids (18%) and total dietary fiber (29%), and considerable protein content (12%). Significant differences were observed in the protein content of the cookie with 50% replacement of wheat flour and cassava starch by GMP (7.76 g 100g-1), in relation to the control and the cookie with 40% replacement (6.76 g 100g-1 and 6.88 g 100g-1, respectively). The GMP fraction increased the dietary fiber content, did not change the lipids concentration, and reduced the energy value of cookies. The use of germ fraction with maize pericarp in food products allows the increase of their dietary fiber content and the decrease of their energy value.  KEY-WORDS: Maize germ; cookie; chemical composition; nutritional value; acceptability.A fração gérmen com pericarpo de milho (GPM), obtida por meio da de germinação deste cereal, possui alta densidade de nutrientes, contudo, ainda é subutilizada na alimentação humana. Portanto, este trabalho teve como objetivos desenvolver biscoitos tipo cookie, enriquecidos com GPM, avaliar a aceitabilidade e determinar sua composição centesimal. A fração GPM foi acrescentada às formulações, na proporção de 40% e 50%, em substituição à farinha de trigo e fécula de mandioca. Foram realizadas análises de composição centesimal da fração GPM e dos biscoitos. Todos os biscoitos foram aceitos, em relação à aceitação global, porém, apenas o biscoito com 40% de substituição de farinha de trigo e fécula de mandioca por GPM foi aceito, em relação à aparência. Na fração GPM, constataram-se altos teores de lipídios (18%) e de fibra alimentar total (29%), e conteúdo considerável de proteína (12%). Foram observadas diferenças significativas no teor de proteínas do biscoito com 50% de substituição de farinha de trigo e fécula de mandioca por GPM (7,76 g 100g-1), em relação ao controle e àquele com 40% de substituição (6,76 g 100g-1 e 6,88 g 100g-1, respectivamente). A fração GPM aumentou o teor de fibra alimentar, não interferiu na concentração de lipídios e reduziu o valor energético dos biscoitos. O emprego da fração gérmen com pericarpo de milho, em produtos alimentícios, possibilita aumento do teor de fibra alimentar e redução do valor energético dos produtos.PALAVRAS-CHAVE: Gérmen de milho; biscoito; composição química; valor nutricional; aceitabilidade.
Affiliate Program     

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona