Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Giardíase e helmintíases em crianças de creches e escolas de 1° e 2° graus (públicas e privadas) da cidade de Mirassol (SP, Brasil)

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Machado Renato Carlos | Marcari Euzélia Lidubino | Cristante Siamar de Fátima Vechiato | Carareto Cláudia Márcia Aparecida

Journal: Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical
ISSN 0037-8682

Volume: 32;
Issue: 6;
Start page: 697;
Date: 1999;
Original page

Keywords: Giardíase | Helmintíases | Parasitoses intestinais

ABSTRACT
O presente trabalho mostrou freqüências diferentes de parasitoses intestinais (giardíase e helmintíases) entre crianças de pré-escolas e de escolas de 1 e 2 Graus, públicas e privadas. Pesquisou-se 199 indivíduos, sendo 96 pertencentes às instituições públicas e 103 pertencentes às instituições particulares. Nas instituições públicas as freqüências de giardíase foram maiores que nas instituições privadas. Para as helmintíases, as freqüências foram semelhantes entre as creches, porém maiores na escola pública em relação à particular. Indicadores do nível sócio-econômico, de escolaridade, de saneamento básico, como determinantes de parasitose intestinal, evidenciaram que as maiores freqüências de parasitoses ocorreram tanto entre as crianças de baixa renda quanto entre as que tinham pais com nível de escolaridade mais baixo. Também a origem das hortaliças foi um fator significativo para determinação destas parasitoses.
Why do you need a reservation system?      Save time & money - Smart Internet Solutions